O futebolista argentino Angel Di María chegou a acordo com o fisco espanhol para pagar cerca de dois milhões de euros em multa, referente a rendimentos ocultados de direitos de imagem, quando representava o Real Madrid.

Segundo a EFE, citando fontes do fisco espanhol, o antigo jogador do Benfica, atualmente ao serviço do Paris Saint-Germain, quis assim evitar ser condenado a uma pena de prisão.

Segundo a agência espanhola, este acordo pressupõe que o avançado argentino reconheça ter cometido os delitos fiscais, usando diversas sociedades em paraísos fiscais para ocultar uma verba a rondar os 1,3 milhões de euros.

Cristiano Ronaldo será ouvido no tribunal de instrução de Alarcón, em Madrid, em 31 de julho, no âmbito da acusação do Ministério Público de o futebolista português ter defraudado o fisco espanhol em 14,7 milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.