O Espanyol oficializou hoje a saída do treinador Vicente Moreno, bem como do diretor desportivo Francisco Rufete, apesar de a equipa ter garantida a permanência na Liga espanhola de futebol.

O clube, 13.º classificado a duas jornadas do final, fala na sua página oficial em “reestruturação da área desportiva”, depois de terem sido alcançados os objetivos propostos, primeiro a subida, e, já esta época, a permanência.

“O clube reconhece e agradece o trabalho do treinador valenciano e do seu staff técnico nestas duas temporadas, em que conseguiu a subida e a manutenção no principal escalão”, refere o clube na sua página oficial na internet.

Em outra nota, os catalães indicam que Luís Blanco, atual treinador da equipa B, assumirá interinamente a primeira equipa, já no sábado na receção ao Valência, e que Domingo Catoira, até agora secretário técnico, será o novo diretor desportivo.

A saída do treinador Vicente Moreno acontece duas semanas depois de um desentendimento com o avançado Raul de Tomás, em que o antigo jogador do Benfica, que mais tarde pediu desculpa nas redes sociais, terá faltado ao respeito ao treinador no jogo com o Real Madrid.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.