O Atlético Madrid, com João Félix no onze, perdeu hoje no terreno do Eibar por 2-0, na 20ª jornada da I Liga espanhola de futebol, após uma exibição muito pobre do internacional português e de toda a equipa ‘colchonera’.

O Eibar adiantou-se no marcador muito cedo, logo aos 10 minutos, na sequência de um pontapé de canto, por Esteban Burgos, a beneficiar da apatia da defesa do Atlético, batida por um desvio para o segundo onde surgiu o argentino a rematar para o fundo das redes de Oblak.

O Atlético andou sempre atrás do resultado, mas fê-lo sempre de uma forma lenta e previsível, sem movimentos de rutura, o que permitiu ao Eibar estar confortável na gestão da vantagem, que ampliou ao minuto 90, mais uma vez na execução de um pontapé de canto, com a bola a ser rechaçada para a entrada da área pela defesa ‘colchonera’, onde surgiu Edu Exposito a ‘fuzilar’ Oblak.

O internacional português João Félix teve uma atuação apagada, desligada do resto da equipa, e acabou substituído aos 83 minutos pelo jovem Sérgio Camelo.

Com esta derrota, o Atlético manteve o terceiro lugar, com 35 pontos, os mesmos do quarto, o Sevilha, mas viu o Real Madrid distanciar-se na liderança, com 43 pontos, seguido do FC Barcelona, com 40, mas os catalães recebem em Camp Nou, no domingo, o Granada, em jogo que vai marcar a estreia do novo timoneiro dos ‘blaugrana’, o espanhol Quique Setién.

No jogo que antecedeu o Eibar-Atlético Madrid, também da 20ª jornada, o Osasuna, atual 12º classificado, cedeu um nulo na receção ao Valladolid, 15º.

Se o Atlético baqueou em Eibar, já o rival da capital recebeu e venceu o Sevilha por 2-1, no Santiago Bernabéu, graças a dois golos do médio Casemiro, que permitiram ao Real Madrid isolar-se provisoriamente na liderança da I liga espanhola de futebol.

A formação andaluz até se adiantou no Estádio Santiago Bernabéu, quando o holandês Luuk de Jong bateu o belga Courtois, aos 31 minutos, mas o videoárbitro viria a anular o golo, por uma suposta falta na jogada do médio sérvio ex-leão Gudelj.

O resultado acabou por ser construído já no segundo tempo, graças ao ‘bis’ do internacional brasileiro Casemiro, aos 57 e 69 minutos, sendo que, pelo meio, o ponta de lança Luuk de Jong viu, finalmente, um golo seu ser validado, aos 64.

O defesa central internacional português Daniel Carriço não foi opção nos andaluzes, já o compatriota Rony Lopes foi lançado aos 80 minutos por Julen Lopetegui.

Antes, o Alavés regressou aos triunfos para o campeonato em Valência, ao bater (1-0) o Levante, que teve o avançado português Hernâni em campo a partir dos 66 minutos, com o tento solitário a surgir apenas na segunda parte, por Aleix Vidal (64), permitindo à formação basca subir ao 14.º posto, agora com 23 pontos, menos três que os ‘granotas’, no 11.º Lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.