Quatro a cinco meses. Será este o tempo de paragem do defesa internacional Piqué, que se lesionou com gravidade no passado fim de semana, frente ao Atlético Madrid, tendo sofrido uma entorse de grau 3 no ligamento lateral interno do joelho direito, mas também rotura parcial do ligamento cruzado anterior.

O Barcelona ainda não revelou oficialmente o período que o jogador estará afastado dos relvados, mas este foi confirmado na noite de terça-feira pelo treinador Ronaldo Koeman...numa conversa com Mircea Lucescu, treinador do Dínamo Kiev, instantes antes de medir forças com este para a Liga dos Campeões.

Antes do início do Dínamo de Kiev-FC Barcelona, ​​Ronald Koeman manteve uma conversa privada com o treinador adversário, conversa essa que foi, no entanto, captada pelas câmaras da 'Movistar Liga dos Campeões'. Os dois técnicos começaram por falar sobre o embate do Barça com o Atlético, que acabou com a derrota da turma catalã.
"Vi o jogo. Na primeira parte jogaram bem, praticaram um bom futebol", começou a dizer o treinador do Dínamo. Koeman respondeu: "Eles defendem muito bem, são muito fortes na defesa".

Até aqui, tudo normal...uma simples conversa de circunstância. Só que o técnico holandês continuou a falar e a lamentar os problemas com que se depara em termos de lesões. Estamos com pouca sorte a nível de lesões. Ansu Fati estará fora três meses, Piqué talvez uns quatro a cinco meses, Sergi Roberto serão dois...", acabou por revelar Koeman, revelando dados que ainda não eram conhecidos publicamente.

A informação dada pelo treinador 'blaugrana' acaba por dar a entender que talvez Piqué evite passar pela mesa de operações, o que de acordo com alguns especialistas, tendo em conta o tipo de lesão, implicaria uma paragem de que poderia variar entre os sete e os oito meses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.