O campeão FC Barcelona conseguiu hoje uma importante vitória, para se manter a três pontos do líder Real Madrid, ao triunfar por 3-2 no reduto do Betis, em encontro da 23.ª jornada da Lia espanhola de futebol.

A formação catalã recuperou de duas desvantagens, para somar apenas a quinta vitória fora, em 12 jogos, muito graças às três assistências do argentino Lionel Messi, que compensaram o seu terceiro encontro consecutivo sem marcar.

O Betis adiantou-se primeiro num penálti de Sergio Canales, aos seis minutos, e depois num grande remate do francês Nabil Fekir, aos 26, depois de uma perda de bola do chileno Arturo Vidal, uma das muitas dos catalães na fase de construção.

Pelo meio, aos nove minutos, o FC Barcelona restabeleceu uma primeira igualdade, com Messi a fazer a bola sobrevoar a defesa contrária e isolar o holandês Frankie de Jong, que dominou com o peito e desviou a bola de Robles.

A acabar a primeira parte, aos 45+3 minutos, os catalães estabeleceram novo empate, agora a dois, com Sergio Busquets a receber na área um livre de Messi e a faturar.

No segundo tempo, o FC Barcelona, com Nelson Semedo em campo os 90 minutos, melhorou defensivamente e criou várias ocasiões para faturar, nomeadamente por Messi, que foi várias vezes contrariado pelo guarda-redes dos locais, nos quais regressou William Carvalho, substituído aos 70.

O argentino, melhor marcador da prova, com 14 golos, não faturou, mas, aos 72 minutos, fez a terceira assistência no jogo, agora em novo livre, para o cabeceamento certeiro do central francês Clément Lenglet, com Robles a escorregar.

Nos minutos seguintes, Fékir, por protestos, aos 76 minutos, e Lenglet, aos 79, foram expulsos e, no ’10 contra 10’ final, o ‘Barça’ aguentou-se, sendo que, com muito espaço para jogar, esteve sempre mais perto do quarto do que de sofrer o terceiro.

Em termos classificativos, o FC Barcelona passou a somar 52 pontos, contra 49 do Real Madrid, vencedor por 4-1 no reduto do Osasuna, com tentos de Isco (33 minutos), Sergio Ramos (38), Lucas (84) e Jovic (90+2), após o tento inaugural de Unai Garcia (14).

O terceiro posto é do Getafe (42 pontos), que sábado triunfou por 3-0 na receção ao Valência, o quarto do Atlético de Madrid (39), vencedor no mesmo dia por 1-0 na receção ao Granada, e o quinto do Sevilha (39), que hoje perdeu em Vigo por 2-1.

O marroquino Youssef En Nesyri adiantou o ‘onze’ de Julen Lopetegui, aos 23 minutos, mas os locais deram a volta ao resultado, com tentos de Iago Aspas, aos 78, e do dinamarquês Pione Sisto, já nos descontos, aos 90+1.

Nos outros jogos do dia, a Real Sociedad impôs-se por 2-1 ao Athletic no dérbi basco, num jogo decidido pelo sueco Alexander Isak, aos 83 minutos, e o Espanyol ganhou em casa ao Maiorca por 1-0, com mais um tento do ex-benfiquista Raúl de Tomás.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.