Gerard Piqué mostra-se ambicioso em relação ao seu futuro. Depois de anunciada a retirada da seleção após o Mundial de 2018, Piqué expressou o desejo de um ser presidente do Barcelona.

Não é a primeira vez que o jogador revelou essa pretenção, mas voltou a reafirmá-la.

"Quando digo as coisas elas são verdadeiras, quero ser presidente do Barcelona. É esse o passo que gostaria de dar quando me retirar. Não me vejo como treinador, penso que não ia desfrutar tanto. Como presidente poderia fazer muitas coisas boas por este clube porque é isso que me dá paixão", afirmou o defesa catalão em entrevista ao programa 'TN Vespre' da TV3.

Piqué garantiu que tem uma boa relação com CR7 de quem salientou algumas qualidade: "Autência máquina, ambicioso e competidor nato".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.