O médio brasileiro Kaká assumiu esta quinta-feira estar insatisfeito no Real Madrid, clube a que chegou em 2009.

«A minha obrigação é treinar todos os dias para jogar, mas não quer dizer que esteja satisfeito. Gostaria sair e que o clube facilitasse isso», disse o jogador na conferência de imprensa após a disputa do Troféu Teresa Herrera, frente ao Deportivo, no qual fez dois golos. «As coisas estão difíceis aqui, há menos espaço e é altura de poder ter maior continuidade. O clube sabe, temos falado. Estou disponível para todos os jogos porque é a minha obrigação, mas não estou satisfeito. Gostaria que houvesse uma solução», acrescentou.

O jogador e o seu pais, também seu agente, estudam possibilidades a poucos dias do fecho do mercado. O Brasil está fora de questão neste momento, já que o mercado lá já fechou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.