Ruben Castro tornou amarga a despedida de La Liga de Guardiola ao marcar por duas vezes, obrigando um “Barça” reduzido a dez homens desde os 53 minutos, depois da expulsão do brasileiro Dani Alves, a um golo nos descontos para não fechar o campeonato com uma derrota.
Seydou Keita salvou a honra dos “culés” ao fazer o 2-2, aos 90+1 minutos, um golo que valeu um ponto que deixa o FC Barcelona a seis pontos do Real Madrid, que tem menos um jogo.
A noite até começou bem para os pupilos de Guardiola, com Sergi Busquets a inaugurar o marcador aos nove minutos. A superioridade catalã desabou na segunda parte, depois de Dani Alves ser expulso por acumulações de amarelos na sequência de um gesto duro a Ruben Castro.
A jogar com dez, o “Barça” não conseguiu travar um irrequieto Castro que, depois de várias tentativas falhadas, descobriu finalmente, ao minuto 71, o caminho para dentro das redes defendidas por Victor Valdes.
Apenas quatro minutos depois, o espanhol, que igualou o histórico Antoni Ramallets ao conquistar pela quinta vez o troféu Zamora, entregue ao guarda-redes menos batido do campeonato, viu o compatriota bisar e adiantar o Bétis no marcador.
Só nos descontos, Keita evitou males maiores na despedida do técnico que nas últimas quatro temporadas foi campeão da Liga espanhola por três vezes.
Também hoje, a Real Sociedad recebeu o Valência, num jogo que o português Ricardo Costa, titular no conjunto “ché”, tinha definido como de solteiros contra casados, mas que acabou por ser disputado com grande intensidade.
O golo do francês Antoine Griezmann, ao minuto 64, deu a vitória pela margem mínima (1-0) à equipa da casa, que conseguiu despedir-se da melhor maneira do seu ‘capitão’, o espanhol Mikel Aranburu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.