O Real Madrid anunciou hoje que o futebolista argentino Gonzalo Higuaín sofre de uma hérnia discal e aguarda uma segunda opinião médica, mas admitiu que o avançado possa ser operado e fique dois meses de baixa.

De acordo com a página do clube na Internet, o internacional da Argentina passou toda a manhã de hoje na Clínica Sanitas de La Moraleja, Madrid, onde se submeteu a exames exaustivos para se ficar a conhecer o alcance da lesão que o impediu de jogar na passada segunda feira no terreno do FC Barcelona, que goleou 5-0.

O chefe dos serviços médicos do clube, Carlos Díez, indicou que Higuaín sofre do problema “há cinco ou seis semanas”.

“Tivemos uma reunião com um especialista, veio o treinador [José Mourinho], o preparador físico e toda a equipa médica, juntamente com o jogador. Depois de cinco ou seis semanas de evolução em que não melhorou com os tratamentos, estamos todos de acordo em como o jogador poderá vir a submeter-se a uma intervenção cirúrgica”, disse Dìez a saída da clínica.

O clínico esclareceu que agora se vai “ouvir uma segunda opinião de um especialista” e, se todos ficarem de acordo, “avançar-se para a cirurgia, a qual deverá deixar Higuaín dois meses de baixa desportiva”.

A lesão tem causado debilidade sensitiva e motora na parte inferior da perna direita do jogador.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.