Andrés Iniesta recebeu hoje luz verde do departamento médico do FC Barcelona para a receção de sábado ao Real Madrid, que não conta com o alemão Toni Kroos para o clássico da 14.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

"Iniesta é o nosso capitão e é uma referência ao estilo de jogo do Barça, mas eu não acho que nosso estilo varie de acordo com o regresso de um jogador", disse Luis Enrique, que falava na antevisão do jogo com o Real Madrid, no Camp Nou.

O ‘capitão’ do FC Barcelona lesionou-se no ligamento do joelho direito no final de outubro, em Valência, e após ter regressado aos treinos há uma semana volta a ser hipótese para o treinador Luis Enrique.

“É uma grande notícia não só pelo que é como futebolista, mas por aquilo que significa para a equipa recuperar o nosso capitão, Além disso, é uma das referências do nosso estilo e transmite o seus estilo pessoal e caraterístico ao nosso jogo”, disse o treinador da equipa catalã, que, além de Iniesta, também volta a contar com Jordi Alba e Gerard Pique, que tinham apresentado queixas no início da semana.

O treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, disse, por seu lado, que o regresso de Iniesta não irá interferir com as suas ideias para o jogo de sábado em casa do rival FC Barcelona.

"Nós conhecemos bem Iniesta. É um grande jogador e é um elemento importante para a sua equipa. Mas nós não vamos mudar o que queremos fazer", assegurou Zidane na conferência de imprensa prévia à deslocação a Barcelona.

O treinador francês disse que embora Toni Kroos tenha regressado hoje aos treinos, debelada a lesão, seria prematuro contar com o alemão para o ‘clássico’ de sábado com o FC Barcelona.

"Ele está bem, mas ainda necessita de mais algum tempo”, disse Zidane, cuja equipa está invicta há 32 jogos em todas as competições, deslocando-se a Barcelona na condição de líder, com uma vantagem de seis pontos em relação aos catalães e ao Sevilha, segundo e terceiro respetivamente, ambos com 27 pontos.

Toni Kroos sofreu uma fratura num dedo do pé direito na vitória sobre o Leganes (3-0), no início de novembro, e o seu regresso à competição é aguardado com alguma expetativa até porque o Real Madrid vai disputar o Mundial de Clubes no Japão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.