Jorge Mendes afirmou que não está envolvido em nenhuma denúncia dos casos de fraude fiscal em Espanha. Na audiência no tribunal de Pozuelo de Alarcón, o agente português disse o seu trabalho passa apenas por gerir carreiras e tratar de transferências.

As palavras do agente luso surgem depois de a imprensa espanhola ter adiantado que existiria uma espécie de ‘engenharia offshore’ dos atletas ligados à Gestifute que estaria, através de fraude, a preparar uma conta para depois do fim da carreira, uma questão que Jorge Mendes negou em tribunal.

Recorde-se de que a justiça espanhola está a investigar vários casos de alegadas fugas ao fisco em Espanha. Entre os jogadores mais mediáticos estão Cristiano Ronaldo, Messi e Falcao.

O caso do português foi, recentemente, o mais emblemático, uma vez que o fisco espanhol tinha acusado Ronaldo de fugir aos impostos numa quantia que excedeu os 14 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.