Patrick Kluivert, antigo internacional neerlandês, falou à 'Cadena SER' sobre a saída da direção do futebol de formação do Barcelona, cargo que desempenhava desde 2019.

"Não foi por decisão minha que saí. Veio o novo presidente, Laporta, que quis colocar um conhecido seu no meu lugar. Não me deu explicações e achei um pouco estranho, mas é preciso respeitar as decisões", esclareceu.

O ex-futebolista, que representou os catalães entre 1998 e 2004, abordou ainda a situação financeira do clube e o interesse em Robert Lewandowski.

"É um grande jogador e tem umas caraterísticas impressionantes, mas tem 34 anos. Ainda assim, é preciso olhar para a sua qualidade", observou.

"O Barcelona está numa fase complicada, mas se contratam quem querem contratar vão ser competitivos como têm sido todos os anos", rematou Kluivert.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.