Joan Laporta, presidente do Barcelona, concedeu uma entrevista à Barça TV na qual fala sobre a saída de Lionel Messi no último verão.

"Foi dolorosa. Se eu fizer um balanço, foi a decisão mais triste de todas e nunca gostaria de ter sido eu a tomá-la, mas também não me arrependo porque tinha de colocar a instituição à frente de tudo, até mesmo à frente dos treinadores e do melhor jogador da história", começou por explicar.

"A situação económica do clube que herdamos era uma catástrofe. Por mais que quiséssemos que ele ficasse, deparamo-nos com uma realidade assustadora. O Messi já não está connosco, mas o Barcelona continua no trilho do sucesso. Com trabalho e decisões bem ponderadas, o futuro do clube está assegurado", garantiu Laporta.

Sem capacidade para renovar com o argentino, o Barcelona viu Messi deixar o seu clube de sempre a custo zero e assinar com o PSG. Messi, que chegou ao 'Barça' quando tinha 13 anos, estreou-se pela equipa principal em 2004/05 e, em 17 épocas, arrebatou 34 títulos, entre os quais 10 ligas espanholas e quatro ligas dos campeões, além de ter sido eleito por seis vezes ‘Bola de Ouro’ (melhor jogador do mundo) e ter conquistado por seis vezes a ‘Bota de Ouro’ (melhor marcador dos campeonatos europeus).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.