Julen Lopetegui ainda agora chegou ao Real Madrid mas já está a mostrar quem manda. No derradeiro jogo dos merengues, ganho por 4-1 frente ao Girona, o antigo treinador do FC Porto surpreendeu ao apresentar uma equipa longe da esperada pela imprensa espanhola.

Lopetegui começou por manter Keylor Navas na baliza, relegando Thibaut Courtois, contratado por 35 milhões de euros ao Chelsea, para o banco. Na defesa, Varane foi a grande ausência, uma vez que o jovem campeão do Mundo ficou no banco, onde também estavam Luka Modric. Varane já tinha perdido o lugar para Nacho, aposta do espanhol para fazer dupla com Sergio Ramos. O croata, ligado nestes dias ao Inter Milão, só entrou aos 77 minutos.

Além disso, o antigo selecionador espanhol mostrou-se pouco agradado com as subidas de Marcelo. O lateral brasileiro voltou a deixar o seu lado em perigo e foi substituído logo aos 61 minutos por Varane. Uma mexida que não agradou ao brasileiro.

"Fiquei surpreendido pela substituição, mas respeito a decisão do treinador. Queria continuar a jogar, sinto-me bem, estou a 100 por cento", disse Marcelo, na zona mista do estádio de Montilivi.

Outro dado destacado pela imprensa espanhola foi o facto de Vinicius voltar a ficar de fora. O jovem extremo brasileiro, contratado este verão por 45 milhões de euros, nem sequer foi convocado, tal como aconteceu na primeira ronda. Vinicius precisa de tempo para se adaptar ao futebol europeu e, para já, vai rodando na equipa B.

Todas estas decisões não passaram despercebidas, com o jornal Marca a escrever que se trata de uma medida para mostrar quem manda verdadeiramente no Real Madrid.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.