O treinador do FC Barcelona, Luís Enrique, assegurou hoje que não se oporá à saída do futebolista espanhol Pedro Rodríguez, mas acrescentou que não deixará que isso aconteça a qualquer preço.

“Aqueles que desejam deixar o clube podem fazê-lo se a sua cláusula de rescisão for coberta”, explicou o treinador espanhol, depois da partida frente aos Los Angeles Galaxy, que os catalães venceram por 2-1, inserido na digressão de pré-época dos campeões espanhóis pelos Estados Unidos.

Vedada a titularidade do FC Barcelona por causa do trio ofensivo ‘intocável’ constituído por Messi, Neymar e Suarez, Pedro, de 27 anos, quer voltar a jogar com regularidade longe da Catalunha, apesar de ter renovado o contrato em junho último até 2019.

No entanto, este novo contrato contempla uma cláusula de rescisão de 30 milhões, inferior à que tinha no contrato anterior.

“Falei com o Pedro, disse-lhe o que eu achava e ele disse-me o que pensava”, contou Luis Enrique, que não quis falar mais sobre o assunto.

De acordo com a imprensa, Pedro é cobiçado por Chelsea, Liverpool e Manchester United.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.