Sem papas na língua, Luís Enrique recusa-se a fazer comparações entre Messi e outros jogadores, independentemente dos prémios que possam vencer.

"É ridículo que o comparem através de prémios, melões de ouro, etc. Não houve ninguém como ele e com isso não há nada a fazer. Não vale compará-lo com craques anteriores do futebol. Antes eram menos fortes fisicamente. Agora é tudo muito controlado, os jogadores recebem muita informação, os treinadores estão muito mais preparados. (...) Não haverá outro igual", afirmou.

Apesar da desvantagem de três pontos para o Real Madrid, Luis Enrique não se sente menos motivado para a luta pela conquista de mais uma 'La Liga' para o Barcelona.

"Vendo o que fazemos no treino, apesar dos altos e baixos habituais que aparecem durante a época, valorizando e analisando o que o plantel trabalha, tudo nos faz pensar que chegarão títulos no final da temporada. (...) Somos os que jogamos melhor e os que temos as ideias mais claras".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.