A equipa do Real Madrid está a ter o melhor arranque a nível de eficácia de golos desde a década de oitenta, quando o avançado mexicano Hugo Sanchéz era a referência no clube.

Na segunda época com José Mourinho no comando técnico, o Real Madrid está a ter o sexto melhor arranque de época da sua história a nível de golos marcados. Com 20 golos na liga espanhola, em apenas seis jogos, o Real Madrid não revelava tanta eficácia há 24 anos.

Na última jornada, o Real Madrid goleou o Espanhol por 4-0 e passou a somar 20 golos nas primeiras seis jornadas do campeonato, com uma média de golo de 3,33 por jogo.

O internacional português, Cristiano Ronaldo, é o melhor marcador do Real Madrid e já soma 7 dos 20 golos dos merengues, revelando uma média superior a um golo por jogo.

Atrás de Ronaldo, surgem os nomes de Higuaín (5), Benzema (3), Varane, Callejón, Kaká, Marcelo e Xabi Alonso como os melhores marcadores do Real Madrid.

Para se encontrar um Real Madrid com melhor eficácia é preciso recuar até à época 1987/1988, quando Hugo Sanchéz era a referência no ataque da equipa comandada pelo técnico Leo Bennhakker. Nessa temporada, o Real Madrid marcou 26 golos em seis jogos, igualando a marca de 1950/1951. Em 1958/1959, o Real Madrid marcou 25 golos em seis jogos, em 1959/1960 22 golos em seis encontros e em 1962/1963, 21 golos em seis jogos.

Apesar do bom arranque da equipa de José Mourinho, o Barcelona, que lidera a liga espanhola com o Levante, tem um ataque mais concretizador com 23 golos em seis jogos. No plano individual, Lionel Messi volta a superar Cristiano Ronaldo com mais um golo que o internacional português.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.