O internacional argentino, Leonel Messi, e o seu pai, Jorge Messi, foram esta quarta-feira condenados a 21 meses de prisão por fraude fiscal, avança o jornal catalão 'El Periódico de Catalunya'.

Recorde-se que o jogador argentino e o seu pai são acusados de defraudar em 4,1 milhões de euros o estado espanhol, através de uma estrutura de empresas em paraísos fiscais.

A Audiência de Barcelona condenou o futebolista argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, a um ano e nove meses de prisão por fraude fiscal entre 2007 e 2009.

Já Jorge Messi, pai do jogador, também foi condenado a 21 meses de prisão, uma sentença que, segundo a agência EFE, foi comunicada hoje às partes.

Messi e o pai foram também multados num total de 3,7 milhões de euros e deverão escapar à cadeia, uma vez que em Espanha as penas inferiores a dois anos de prisão não são habitualmente cumpridas.

(Em actualização)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.