“Estou mais orgulhoso do que nunca por estar ao lado de Maradona e Di Stéfano e muito contente por terem sido eles a me entregarem o prémio”, afirmou o internacional argentino.

O jogador do Barcelona, que é o principal candidato a Jogador do Ano, foi o eleito entre 50 futebolistas de acordo com a escolha dos leitores da ‘Marca’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.