O argentino Lionel Messi estabeleceu sábado mais um recorde de “outros tempos” em Espanha, ao somar o 50.º golo da temporada pelo FC Barcelona, superando os 49 tentos de Ferenc Puskas (Real Madrid)... em 1959/60.

Em Nou Camp, Messi entrou apenas na segunda parte, para o seu 49.º jogo da época pelos catalães, mas ainda a tento de garantir o triunfo sobre o Osasuna (2-0), com um golo aos 87 minutos, de pé direito, depois de uma assistência do brasileiro Dani Alves.

Desta forma, o número 10 do "Barça" soma mais um recorde, já que nenhum outro jogador havia conseguido chegar, em Espanha, às cinco dezenas de golos oficiais numa só temporada.

O argentino reforçou também a liderança da “Bota de Ouro” (prémio para o melhor marcador dos campeonatos europeus) e da Liga espanhola, ao somar o 31.º golo na prova, mais dois (ou um, segundo algumas publicações) do que o português Cristiano Ronaldo, que ficou em “branco” do 6-3 “merengue” em Valência.

Messi foi também o melhor marcador da Taça do Rei (sete golos), que o “Barça” perdeu quarta-feira para o Real Madrid (0-1 após prolongamento, em Valência), e lidera ainda os “artilheiros” da Liga dos Campeões, com nove tentos.

Para os 50 oficiais pelo “Barça”, falta ainda juntar o “hat-trcik” conseguido, logo a abrir a época, na segunda “mão” da Supertaça espanhola: 4-0 ao Sevilha, em casa, depois do desaire em reduto alheio por 3-1.

Foi o primeiro dos quatro embates da época em que o argentino “triplicou”, sendo que logrou ainda 11 “bis” e facturou uma vez em mais 16 jogos. Por outro lado, ficou em “branco” em 18 ocasiões.

Na presente temporada, Messi conta ainda seis jogos pela selecção argentina, nos quais marcou três golos, um deles no triunfo sobre Portugal (2-1).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.