José Mourinho estava visivelmente descontente com a arbitragem do Saragoça-Real Madrid, que os merengues venceram por 3-1, subindo provisoriamente ao primeiro lugar.

A motivar a indignação do treinador português estavam os cartões amarelos a Marcelo e Xabi Alonso, que os afasta assim do jogo com o Sevilha. 

"Há jogadores que podem protestar e outros não. Há treinadores que podem sair das áreas técnicas e outros não, há treinadores que podem simular agressões [referência a Guardiola] e outros não, há treinadores que podem provocar cartões para 'limpar' e outros não. Aborrece-me que haja um regulamento para Mourinho e outro para os restantes treinadores, e o mesmo se passa com os jogadores", disparou Mourinho.

O técnico do Real Madrid reiterou as suas críticas à dualidade de critérios que considera existir relativamente ao Barcelona: "É muito fácil exibir cartões amarelos a jogadores do Real Madrid e mais difícil a outros em circunstâncias iguais." 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.