Neymar voltou a processar o Barcelona para exigir o pagamento de mais de três milhões de euros pelo último mês que passou no clube, informaram à AFP fontes jurídicas.

"É verdade que há um novo processo. Neymar solicita 3,2 milhões de euros relativos a um pagamento de julho de 2017", disseram as fontes, acrescentando que o precesso avançou "há algumas semanas". Esta notícia vem confirmar uma informação antecipada pela edição online do jornal 'El Mundo.'

O jornal afirma que o brasileiro entrou com "outro processo contra o clube pela falta de pagamento de uma parte do seu salário quatro trocou o Barcelona pelo PSG".

Segundo o jornal de Madrid, Neymar "argumenta que [o Barcelona] não paga o valor relativo ao seu último salário, como 'represália' por ter contestado judicialemnte o seu bónus de renovação que não o Barcelona não queria pagar.

O jornal 'El Mundo' faz referência ao julgamento de 27 de setembro em Hospitalet de Llobregat, na região de Barcelona, pelo não pagamento do bónus milionário acertado antes da sua saída para o PSG.

O Barcelona e Neymar estabeleceram em 2016 o pagamento de um bónus pela renovação do contrato do craque brasileiro até 2021, de 64,4 milhões de euros brutos.

O Barcelona fez um primeiro pagamento de 20,75 milhões de euros, mas quando Neymar assinou com o PSG em agosto de 2017, após uma negociação recorde de 222 milhões de euros, o clube espanhol não pagou os restantes 43,65 milhões.

Como resultado, a situação gerou um duplo pedido por quebra de contrato: o Barcelona reivindicou de Neymar o reembolso do valor já pago e uma indemnização, enquanto o jogador solicitou o pagamento integral do bónus, o que foi estabelecido no julgamento de setembro, que ainda aguarda a sentença.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.