Em Abril deste ano, o central português ao serviço do Real Madrid foi o protagonista de uma infeliz situação, ao perder a cabeça, e ao pontapear Casquero durante o jogo entre o clube de Madrid e o Getafe. Uma situação sem qualquer explicação. O castigo foi de 10 jogos de suspensão e a imprensa espanhola não perdoou: apelidou de “vergonhoso” e selvagem”.

Durante o jogo de hoje à tarde, todos os fotógrafos e todas as câmaras de televisão deverão estar apontadas no momento de saudação entre os jogadores. Os protagonistas desta cena não se quiseram encontrar após o sucedido para clarificar o assunto. Pepe nunca pediu desculpas pessoalmente a Casquero.

Para além de Casquero, também Albin sentiu na “pele” a raiva do jogador luso-brasileiro. Pepe esmurrou o avançado uruguaio e também hoje se reencontram pela priemira vez desde aquele jogo.

“Se me vier cumprimentar claro que o cumprimento”, disse Albin durante a semana, querendo virar a página sobre o assunto.

O médio Celestini referiu que a situação de “Pepe foi um momento de loucura e já pagou pelo que fez”.

O Real Madrid, ainda sem Ronaldo, recebe esta tarde o Getafe, na nona jornada da Liga espanhola, e tem a hipótese de ultrapassar a derrota pesada  (4-0) ante o Alcoron.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.