O Real Madrid já confirmou a transferência de Cristiano Ronaldo para a Juventus, frisando que a saída do avançado português, de 33 anos, se deveu à "vontade e ao pedido expresso do jogador".

"O Real Madrid comunica que, atendendo ao pedido e vontade expressos pelos jogador Cristiano Ronaldo, acordou a transferência para a Juventus", pode ler-se no comunicado do clube espanhol revelado esta tarde.

"O Real Madrid expressa o seu agradecimento a um jogador que demonstrou ser o melhor do mundo e que marcou uma das épocas mais brilhantes da história do nosso clube e do futebol mundial", acrescenta o mesmo texto.

Confira o comunicado do Real Madrid na íntegra

“O Real Madrid comunica que, atendendo à vontade e pedido expressos do jogador Cristiano Ronaldo, acordou a sua venda para a Juventus.

Hoje, o Real Madrid quer expressar o seu agradecimento a um jogador que demonstrou ser o melhor do mundo e que marcou uma das épocas mais brilhantes da história do nosso clube e do futebol mundial.

Além dos títulos conquistados, dos troféus conseguidos e dos triunfos alcançados no terreno de jogo nestes nove anos, Cristiano Ronaldo foi um exemplo de entrega, de trabalho, de responsabilidade, de talento e de superação.

Além disso, converteu-se no máximo goleador da história do Real Madrid com 451 golos em 438 jogos. No total ganhou 16 títulos, entre eles quatro Ligas dos Campeões, três delas consecutivas e quatro nas últimas cinco temporadas. A nível individual, com a camisola do Real Madrid, ganhou quatro Bolas de Ouro, dois “The Best” e três Botas de Ouro, entre muitos outros galardões.

Para o Real Madrid, Cristiano Ronaldo será sempre um dos seus grandes símbolos e uma referência única para as próximas gerações.

O Real Madrid será sempre a sua casa”

Os números

Ronaldo escreve carta de despedida: "Pedi ao clube para aceitar a minha transferência"
Ronaldo escreve carta de despedida: "Pedi ao clube para aceitar a minha transferência"
Ver artigo

Cristiano Ronaldo assinou um contrato válido por quatro épocas com o clube italiano (até 30 de junho de 2022), o que representa um salário anual de 30 milhões de euros e mensal de 2,5 milhões. A Juventus, que já oficializou a chegada do português, confirmou os valores da transferência: 100 milhões de euros mais 12 em variáveis.

Recorde-se que Andrea Agnelli, presidente dos 'bianconero', viajou na manhã desta terça-feira num jato privado do aeroporto de Pisa para Kalamata, no sul da Grécia, onde terá reunido com Cristiano Ronaldo, que se encontra de férias naquele país, para definir os últimos pormenores do acordo com o jogador.

Também esta terça-feira o jornal Gazzetta dello Sport avançou que o técnico da Juventus, Massimilano Allegri, telefonou a Cristiano Ronaldo na passada sexta-feira, falando "de forma cordial" sobre a possibilidade de transferência para Itália.

A conversa entre os dois não foi longa mas permitiu a Ronaldo perceber que, além dos dirigentes da Juventus, também o treinador da equipa quer tê-lo em Turim.

Como tudo começou

Crónica de um divórcio anunciado: todos os episódios da novela Cristiano Ronaldo
Crónica de um divórcio anunciado: todos os episódios da novela Cristiano Ronaldo
Ver artigo

"Foi bonito jogar em Madrid", foi assim que Cristiano Ronaldo incendiou o mundo ao, mais uma vez, deixar no ar a hipótese de abandonar o clube espanhol. Não é a primeira nem a segunda vez que o mercado de transferências espera pela saída do português, mas desta vez aconteceu mesmo. Cristiano Ronaldo vai trocar o Real Madrid pela Juventus.

Mas, afinal, o que levaria o melhor jogador do mundo a deixar o Real Madrid?

Fisco

Em 2016, o Ministério Público de Madrid acusou o internacional português de quatro crimes de fraude fiscal. Em causa estão as verbas recebidas por Ronaldo pelos direitos de imagem entre 2011 e 2014.

Segundo o Ministério Público, Cristiano Ronaldo usou uma sociedade criada em 2010 para ocultar essas mesmas verbas, o que se traduz numa fraude tributária de 14.768.897 euros. De acordo com a nota do Ministério, estes valores remontam a 1,39 milhões em 2011, 1,66 milhões em 2012, 3,2 milhões em 2013 e 8,5 milhões no ano de 2014.

A sociedade chamada Tollin Associates tem sede nas Ilhas Virgens britânicas e tem o jogador madeirense como único sócio. Essa sociedade cedeu os direitos de imagem de Ronaldo a outra sociedade com sede na Irlanda que trataria da gestão e exploração dos direitos de imagem do futebolista.

O Fisco espanhol viu como "completamente desnecessária" a cedência dos direitos de imagem à Tollin Associates e considera que essa concessão "só tinha como finalidade a interposição de uma cortina para ocultar à Agência Estatal da Administração Tributária a totalidade das receitas obtidas pela exploração da sua imagem".

Segundo a EFE, Ronaldo apresentou na declaração de IRFP (o equivalente ao IRS português) receitas de 11,5 milhões de euros quando na realidade foram de 43 milhões de euros.

Recentemente, Cristiano Ronaldo aceitou pagar uma multa de 18,8 milhões de euros e dois anos de pena suspensa por fraude fiscal. Mas, em caso de novo delito, o jogador português terá de cumprir pena de prisão.

Quando o caso veio a público, o Real Madrid tentou ao máximo afastar-se da polémica, o que não terá agradado ao jogador visto que a atitude demostrada pelo Barcelona no caso de Lionel Messi foi diferente.

Cristiano conseguiu resolver o caso sem a ajuda do Real Madrid, mas vê aí um motivo para se afastar dos merengues.

Os assobios

A temporada 2017/2018 não foi feliz para o Real Madrid e os adeptos não ficaram satisfeitos. No início da época, Ronaldo foi castigado com cinco jogos de suspensão depois de ter empurrado o árbitro na primeira mão da Supertaça de Espanha frente ao Barcelona. O jogador português começava então a temporada com o pé esquerdo, embora os merengues tenham mesmo vencido a supertaça, mas os problemas não ficavam por aqui.

No início de 2018, o Real Madrid foi eliminado da Taça do Rei na segunda mão dos quartos de final ao perder no Santiago Bernabéu com o Leganés por 2-1. Adensava-se então a crise merengue que iria e com isso os assobios a Ronaldo.

O Real Madrid somou seis derrotas na Liga Espanhola, mas à quarta os adeptos já não estavam satisfeitos com a prestação de Ronaldo. Ainda em janeiro, depois de perder na receção ao Villarreal, o jogador português foi assobiado pelos adeptos merengues, mas nesta altura essa já era uma situação recorrente.

Ainda em maio de 2017, Ronaldo deu uma entrevista ao programa espanhol 'Jugones' e falou dos assobios dos adeptos.

“Assobios? Tenho muita paciência, mas não gosto. Não posso dizer que é algo normal, pelo que não gosto. Ninguém gosta de ser assobiado no seu próprio estádio. Uma pessoa que dá 100 por cento, as coisas não estão a correr e és assobiado… precisamos é de apoio extra e às vezes não o temos. Em Manchester isso nunca aconteceu. A mentalidade é diferente."

A possível contratação de Neymar

A relação de Ronaldo com o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, há muito que sofreu uma rutura. Apesar das exibições do português, o presidente dos merengues sempre teve outro jogador em mente: Neymar. Algo que não agradaria a Ronaldo.

O Real Madrid nunca escondeu o interesse pelo jogador brasileiro, com Florentino a falar diretamente para Neymar na gala da Bola de Ouro ao dizer "se queres ganhar a Bola de Ouro, vem para o Real Madrid", isto poucos minutos antes de Ronaldo ser anunciado como o vencedor do troféu.

Esta foi uma situação que não agradou ao futebolista português que não compreendia como é que o Real Madrid poderia ter capacidade para contratar Neymar (que custou 222 milhões de euros ao PSG), mas não para aumentar o salário ao melhor jogador do mundo, algo que havia sido prometido ao português depois da conquista da Liga dos Campeões em 2017, mas que não chegou a acontecer.

Ronaldo acabou por admitir a insatisfação com o Real Madrid, depois de em janeiro o clube ter aceitado baixar a cláusula de rescisão do jogador para 100 milhões de euros para facilitar a sua saída. Cristiano terá dito aos espanhóis que "se valho 100 milhões é porque não me querem".

Quer a nível coletivo como individual, Ronaldo tem um sem fim de prémios. Internacionalmente, ganhou o Campeonato do Mundo de Clubes por quatro vezes, duas Supertaças Europeias, cinco Ligas dos Campeões e um Campeonato da Europa.

Em competições nacionais, Cristiano conseguiu duas ligas espanholas, duas Taças do Rei, duas Supertaças espanholas, três ligas inglesas, entre outras tantas.

Individualmente, o jogador português conta já com cinco Bolas de Ouro, quatro Botas de Ouro, quatro títulos de futebolista do ano e mais uns quantos prémios.

Cristiano já ganhou tudo o que havia para ganhar, mas mesmo assim não se sente valorizado em Madrid, algo que o português acredita estar refletido no salário. Cristiano recebe 21 milhões de euros por ano, enquanto Neymar recebe 36,8 milhões de euros no Paris-Saint Germain e Lionel Messi 40 milhões de euros no Barcelona. Ronaldo considera esta situação injusta e considera que significa falta de consideração pelo trabalho que tem feito ao serviço dos merengues.

Factos, números e curiosidades sobre a carreira de Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo conquistou a sua quinta Liga dos Campeões
Créditos: EPA/SEDAT SUNA

O avançado português anotou 451 golos em 438 jogos em nove temporadas em Madrid, a uma impressionante média de 50,1 golos por época.

Cristiano Ronaldo prepara-se para abraçar uma nova aventura fora do Bernabéu. Depois de nove épocas no Real Madrid, o internacional português de 33 anos vai deixar a Liga Espanhola para ingressar, ao que tudo indica, na Juventus.

Para trás deixa um legado difícil de ser igualado, com recordes e mais recordes. Ao serviço dos merengues, o avançado português anotou 451 golos em 438 jogos nas nove temporadas em Madrid, a uma impressionante média de 50,1 golos por época. Ao todo, venceu 16 títulos pelos merengues, com destaque para quatro Liga dos Campeões, três delas seguidas.

Eis alguns factos, números e curiosidades sobre a carreira do Melhor Jogador Português de sempre:

Cristiano Ronaldo: Como o mais caro futebolista do mundo se tornou o melhor em Madrid
Cristiano Ronaldo: Como o mais caro futebolista do mundo se tornou o melhor em Madrid
Ver artigo

1. Segundo maior goleador da história da Liga Espanhola

Cristiano Ronaldo marcou 311 golos nos 292 jogos na Liga Espanhola. É o segundo goleador da história da prova, apenas superado pelo seu rival Lionel Messi, que marcou 383 golos em 418 jogos.

2. Marcou em quase todas as competições, exceto em duas

Cristiano Ronaldo já jogou em Portugal, Inglaterra e Espanha. Marcou golos em todas as competições em que entrou, exceto na Community Shield e na Liga Europa. Mas tem os números a seu favor: apenas disputou um jogo na Community Shield em Inglaterra e dois jogos na Liga Europa.

3. 104 'bis' na carreira

Cristiano já anotou 104 bis ao longo da carreira. No Real Madrid foram 78, no Manchester United foram 25 um com o Sporting Clube de Portugal.

4. Em Portugal é o ‘rei’ do golo

É o melhor marcador de sempre da Seleção portuguesa. Nos 154 jogos disputados com a camisola das 'quinas, marcou 85 golos.

5. No Sevilha ninguém quer vê-lo à frente

O Sevilha é a equipa que mais golos sofreu de Cristiano. Em 18 jogos, marcou, nada mais nada menos que 27 golos aos andaluzes, em todas as provas.

6. Máximo goleador da história do Real Madrid

Em Madrid, Ronaldo deixa números esmagadores, difíceis de bater. Ultrapassou Di Stéfano, Raúl, Puskas e Santillana para se converter no máximo goleador de sempre dos merengues, com 451 golos em 438 jogos.

7. O 'terror' de Gorka Iraizoz

Nenhum outro guarda-redes sofreu mais golos de Ronaldo que Gorka Iraizoz. Em 14 jogos contra o guarda-redes espanhol, CR7 marcou-lhe 15 golos.

8. Marcou 11 golos em finais

Ao todo, o capitão da Seleção portuguesa disputou 14 finais a nível de clubes, tendo feito 11 golos.

9. Três vezes 'Pichichi' em Espanha

Cristiano Ronaldo venceu o prémio de Melhor Marcador da Liga Espanhola por três vezes. Nas Temporadas 2010-11, 2013-14 e 2014-15. Na última conseguiu o seu melhor registo: 48 golos.

10. Cinco Bolas de Ouro

É, a par de Messi, o jogador que mais vezes ganhou o troféu de Melhor Jogador do Mundo. Ambos tem cinco Bolas de Ouro. CR7 venceu duas de forma consecutiva.

11. Sete vezes máximo goleador da 'Champions'

Nas últimas seis temporadas, nenhum jogador marcou mais golos que o português na Liga dos Campeões. Foi o melhor marcador da prova milionária em sete ocasiões, a primeira das quais em 2007-2008, com o Manchester United.

12. Máximo numa época são 61 golos

Na época 2014-2015 CR7 anotou 61 golos, o seu melhor registo num ano. Antes disso, tinha feito 60 golos na época 2011-2012.

13. 13 temporadas a marcar mais de 20 golos

Desde a época 2006-07 que Cristiano Ronaldo tem vindo a marcar 20 ou mais golos num só ano. Nessa época, 2006-2007, marcou apenas 23 golos. Na época passada terminou com 44 golos em 44 jogos.

14. Jogador com mais golos de penáltis na Liga Espanhola

Cristiano Ronaldo é o jogador que mais golos marcou na Liga Espanhola a partir da marca de grande penalidade. O atacante luso transformou 77 dos 90 castigos máximos que foi chamado a bater em La Liga.

15. Tudo começou em 2002

Estreou-se como profissional no dia 14 de agosto de 2002 com o Sporting de Portugal, frente ao Inter de Milão, nas pré-eliminatórias de acesso a Liga dos Campeões. Tinha 17 anos e o jogo terminou 0-0.

16. Primeiro jogador a passar dos 100 golos na Champions

Mais um dado histórico: Ronaldo tornou-se no primeiro jogador a passar dos 100 golos na Champions. Atualmente conta com 121 tentos na prova milionária, 105 deles com a camisola do Real Madrid.

17. Jogador do Real Madrid com melhor sequência de jogos a marcar em La Liga

Na temporada 2014-15 Cristiano Ronaldo esteve 10 jornadas consecutivas a marcar, tendo feito uns impressionantes 19 golos. Este é atualmente o recorde de um jogador do Real Madrid.

18. Estreia na Seleção A com 18 anos

Talento é algo que Cristiano Ronaldo sempre teve, pelo que não foi de espantar que se estreasse na seleção A de Portugal com apenas 18 anos. Foi frente ao Cazaquistão. Nunca mais saiu de lá.

19. Duas 'manitas' na carreira

Marcar quatro golos num jogo não é para qualquer um. Mas marcar cinco está apenas ao alcance de alguns predestinados. CR7 já fez cinco golos numa partida em duas ocasiões: um frente ao Granada e outro ante o Espanhol de Barcelona.

20. Já teve 35 duelos com Messi

Cristiano Ronaldo e Messi, os dois melhores jogadores do Mundo na última década, já se defrontaram em 35 partidas. O argentino marcou 21 golos e o português 19.

21. Seis expulsões em toda a carreira

Ao longo da carreira, Cristiano Ronaldo foi expulso em seis ocasiões. A última foi na primeira-mão da Supertaça de Espanha, frente ao Barcelona.

22. Só usou quatro números em toda a carreira

Cristiano Ronaldo está associado ao número 7, mas este não é o único dorsal que envergou na carreira. Já foi o 17, o 9 e o 28.

23. Nenhum jogador fez mais jogos com Ronaldo que Benzema

Karim Benzema é o jogador que mais vezes alinhou com Cristiano Ronaldo. O francês coincidiu com português em 339 jogos.

24. O primeiro golo

A 7 de outubro de 2002 Cristiano Ronaldo fez o seu primeiro golo como sénior. Foi num jogo da Liga frente ao Moreirense. Nesse jogo fez também o seu primeiro bis.

25. 12 treinadores na carreira de sénior

Cristiano Ronaldo já teve 12 treinadores diferentes desde 2002, quando começou a sua carreira como profissional.

26. 11 jogos seguidos a marcar

A sua melhor sequência sempre a marcar golos está fixada em 11 jogos, na temporada 2013-2014. Nesses 11 jogos fez 15 golos.

27. 13 títulos coletivos

Cristiano contribuiu para a conquista de 13 títulos nas equipas por onde passou. Já ganhou, entre outros, o Europeu de Futebol, o Mundial de Clubes, a Liga dos Campeões, a Supertaça Europeia, a Supertaça de Espanha, a Supertaça de Portugal, a Liga Espanhola, a Premier League, aCommunity Shield, a FA Cup e a Taça da Liga Inglesa.

28. A sua maior goleada: um 10-2

A 20 de dezembro de 2015 o Real Madrid bateu o vizinho Rayo Vallecano por 10-2. É a maior goleada em que Cristiano Ronaldo participou. Marcou dois dos 10 tentos dos merengues.

29. Recorde de golos numa época de Champions

Os 17 golos que marcou na Liga dos Campeões 2013-14 é um recorde da prova. Nessa época, ajudou o Real Madrid a vencer a Champions, numa final disputada no Estádio da Luz frente ao Atlético Madrid.

30. Defrontou 128 equipas.

Ao longo da sua carreira, Cristiano Ronaldo enfrentou 128 equipas, incluindo clubes e seleções.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.