O presidente da Comissão de Gestão do Barcelona veio a público falar da situação do emblema catalão. Em entrevista à RAC 1, Carles Tusquets abordou os problemas financeiros do clube e deixou uma 'bomba': teria sido melhor vender Messi no último mercado de verão.

"Economicamente falando, no verão teria sido melhor vender Messi. Seria o desejável, por aquilo que se iria receber e por aquilo que ele recebe", declarou o dirigente.

Na noite desta quarta-feira, Neymar voltou a falar do desejo de jogar com Messi outra vez, já a partir do próximo ano. No Barcelona será muito difícil, a não ser que o clube consiga verbas para a sua contratação, lembrou Tusquets.

"Se [Neymar] vier grátis, talvez. Só se o próximo presidente do Barcelona conseguir um milagre ou se vender [alguns jogadores] e todo o dinheiro seja colocado na operação [da contratação de Neymar]", explicou.

Na mesma entrevista, o presidente da Comissão de Gestão do Barcelona sublinhou que uma das prioridades será fazer obras no Camp Nou uma vez que "o estádio está a cair e é preciso fazer obras. Não pode cair um pedaço [do estádio] em cima de um sócio no dia da votação".

O clube está a passar por problemas graves de tesouraria e só o regresso de público aos estádios poderá ajudar o Barcelona a "terminar a temporada sem problemas de tesouraria".

Carles Tusquets disse ainda que o clube recebeu algumas faturas para pagar, provenientes da gestão anterior de Josep Maria Bartomeu mas que a Comissão de Gestão não irá liquida-las por se tratar de situações "que não estão bem formuladas e que não se ajustam aos preços do mercado".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.