O avançado Lionel Messi, em entrevista à revista argentina El Grafico, garantiu que a sua carreira não se pauta por bater recordes.

«Não jogo para bater recordes. Ri-me quando disseram que com Messi e um Papa argentino íamos ganhar o Mundial, mas a coisa não é assim tão matemática», disse o jogador do Barcelona.

O argentino revelou ainda que não voltou a falar com Pep Guardiola, que na próxima época vai treinar o Bayern de Munique. «Não voltei a falar com Guardiola e também nunca na vida falei com Johan Cruyff».

A revista El Grafico levou a cabo uma votação para eleger a figura mais querida da Argentina e Messi foi o eleito.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.