Num jogo morno e em que o Real Madrid foi sempre mais dominador, apenas os rasgos de Cristiano Ronaldo e Higuain quebraram a monotonia ao longo dos 90 minutos.

O Real teve as melhores ocasiões e num lance no começo da segunda parte chegou mesmo à vantagem: Ozil assistiu Ronaldo, mas o guarda-redes Ricardo defendeu o remate e, na recarga, o avançado português deu para o lado e Ricardo Carvalho encostou para o 1-0.

Até final, a equipa de José Mourinho não se deixou surpreender pelo Osasuna e por diversas vezes podia ter aumentado a vantagem.

Com este resultado os merengues aproveitam da melhor maneira o deslize do Barcelona, que perdeu em Camp Nou frente ao recém promovido Hércules.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.