O guarda-redes português Rui Silva despediu-se hoje do Granada com uma mensagem emotiva na rede social Instagram, em que sublinha o "orgulho e honra" por ter passado as últimas cinco épocas ao serviço daquele clube espanhol de futebol.

O jogador, de 27 anos, uma das escolhas para a seleção portuguesa para o Euro2020, termina contrato com o clube da Andaluzia e não vai continuar, após cinco temporadas em que contabilizou 128 jogos oficiais pelo Granada, que fechou o último campeonato no nono lugar.

A despedida do clube é descrita como "um dos dias mais tristes", ao mesmo tempo que o jogador, que não revelou por onde passará o futuro profissional, relembrou que quando chegou era "um jovem desconhecido, tímido e sonhador".

"Cheguei com a ambição de me afirmar na melhor liga do mundo, mas ao princípio não foi fácil. Tive de esperar o meu momento e na última época demonstrámos que somos o clube da Eterna Luta", escreveu o guarda-redes português, na nota de despedida.

Rui Silva acrescenta que esta época ficou demonstrado que "os sonhos se cumprem" e que se "fez história", ao ter deixado "marca na elite do futebol europeu", com a presença nos quartos de final da Liga Europa.

O clube também se despediu de Rui Silva, na conta oficial no Twitter: "Protegeste com as tuas luvas de 'Zamora' a subida à primeira Liga. Foste o nosso anjo da guarda na primeira experiência europeia. A tua lenda fica, porque o Granada será sempre a tua casa".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto