José Mourinho defendeu hoje que Cristiano Ronaldo ganha a Bola de Ouro «se houver justiça no mundo do futebol», sucedendo este ano ao argentino Lionel Messi, seu grande rival.

O treinador português do Real Madrid, que falava em conferência de imprensa na cidade do Kuwait, não poupou elogios ao compatriota, figura em grande destaque na reconquista do campeonato pela formação merengue.

Na quarta-feira, o Real Madrid joga contra a seleção do Kuwait, em jogo particular de fim de época.

«Ganhámos o campeonato graças a todo o plantel, mas Ronaldo é um jogador especial, porque marca golos de qualquer maneira e de qualquer posição. Ele e Messi (jogador do FC Barcelona, melhor marcador do campeonato espanhol) estão acima dos outros e se houver justiça no futebol Ronaldo ganhará a Bola de Ouro», defendeu Mourinho.

Sobre o jogo de quarta-feira, garante que a equipa «não está em turismo» e que vai tentar vencer. «Sabemos que é um amigável, mas o Real Madrid sempre tem de deixar o prestígio o mais alto possível. Por isso viemos com toda a equipa. É certo que estão cansados, mas estamos bem», disse.

«Respeitamos a seleção do Kuwait, mas há que ter em conta que vimos de celebrar a Liga, de sete horas de voo. É importante que nenhum jogador se lesione, porque muitos têm em mente o Europeu», acrescentou o técnico português.

Iker Casillas, guarda-redes principal do Real Madrid, também não poupou elogios a Ronaldo, que «está a marcar uma época».

«Ronaldo está entre os jogadores mais influentes do mundo, é um pilar importante do Real Madrid e um jogador que está a marcar uma época».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.