Toni foi dos primeiros a trabalhar com o talentoso de Zinedine Zidane. O técnico português orientou o agora treinador do Real Madrid na sua passagem pelo Bordéus na época 1994/1995, e já na altura reconheceu-lhe talento suficiente para singrar no futebol. Em entrevista ao SAPO Desporto, o antigo técnico de "Zizou" falou connosco sobre os desafios que esperam agora Zidane, treinador do Real Madrid.

"Com 21 anos via-se que o Zidane tinha um potencial que o podia levar a ter uma carreira brilhante. Superou tudo o que eu pensava dele na altura, os patamares a que chegou. Sabia que estávamos perante um talento mas não sabia que iria ter tanto sucesso. Lembro-me de uma conversa com o presidente do Bordéus em que lhe disse que o Zidane não podia só durar sessenta minutos. Depois a meio da época tive uma conversa com o Zidane e disse-lhe que os grandes jogadores não podiam durar apenas sessenta minutos em campo. Pelos vistos a mensagem passou. Mas sua passagem para Itália contribuiu e muito para a sua afirmação como jogador, onde melhorou muito a componente tática. Esteve num futebol muito exigente a nível físico e tático, melhorou e depois chegou ao Real Madrid, que foi o esplendor que se viu depois. Executantes como ele houve poucos. Mas quando o treinei, com 21 anos, não dava para ver se iria dar em treinador", começou por dizer Toni, em entrevista ao SAPO Desporto.

Zidane conta apenas com duas dezenas de jogos como treinador da equipa satélite do Real Madrid, o Castilha. Apesar da falta de experiência, Toni garante que o seu antigo jogador tem tudo para singrar à frente dos 'merengues', pois conhece o balneário e o clube. E sobre a falta de experiência, Toni dá o exemplo de André Villas-Boas no FC Porto.

"André Villas-Boas foi treinador do FC Porto com 32 anos. Era algo impensável há uns anos atrás. Está a acontecer agora com o Zidane, tem 43 anos. Com essa idade também disputei a Taca de Campeões Europeus com o Benfica [como treinador]. Estamos a falar de um clube como o Real Madrid. Existe um Barcelona, que mesmo tendo umas oscilações, tem uma escola de onde saiu o Pep Guardiola, o Tito Vilanova e agora o Luis Enrique", começou por dizer Toni sobre os desafios de Zidane no Real Madrid.

Para além da falta de experiência, Zidane terá ainda de lidar com um balneário recheado de estrelas, com muitos egos. Toni antevê dificuldades, numa equipa obrigada a vencer todos os jogos.

"O que Zidane tem pela frente? Tem que apanhar o comboio em andamento. Temos que esperar. Não é uma época perdida, porque o Real Madrid viu-se fora da Taça do Rei. Agora tem a Champions e o campeonato. Ainda tem uma margem. Mas para colocar as ideias em prática, não há tempo para pedir tempo. O que se pede sempre ao treinador é resultados, não vai ser fácil. Tem de criar cumplicidade e compromisso para ganhar a confiança dos jogadores", esclareceu o técnico.

Os muitos anos que leva enquanto treinador permitem agora a Toni dar alguns conselhos ao técnico francês, que só agora se inicia nesta caminhada.

"Quem olha para ele, reconhece que é um homem capaz de agarrar na equipa independentemente de ter sido um jogador introvertido. Tem um percurso como jogador e esse percurso vai ajudá-lo na construção da sua carreira, mas agora passa a ter que desenvolver a liderança para gerir aqueles egos todos. Depois tem que se construir um modelo de jogo e tentar implementá-lo. Tentar cortar com o passado recente de Rafael Benítez e tentar dar um cunho pessoal", atirou Toni.

Reconhecendo que havia poucos treinadores no mercado capazes de assumir uma equipa da dimensão do Real Madrid [José Mourinho era um deles], Toni considera que Zidane terá de mudar a forma de jogar da equipa, ainda muito dependente de rasgos individuais de jogadores como Ronaldo e Benzema.

"No Real Madrid, é o Cristiano Ronaldo que anda a carregar com a equipa. É um futebol feito de transições, não é um futebol muito trabalhado", sentenciou o antigo jogador e treinador do Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.