O Valência perdeu hoje em Pamplona com o Osasuna por 3-1, em jogo da 10ª jornada da liga espanhola de futebol, caindo para 12º lugar e sendo ultrapassado por várias equipas, incluindo o adversário de hoje.

O jogo até começou bem para o Valência, que se adiantou no marcador logo aos 14 minutos pelo internacional espanhol Rodrigo, mas o ex-benfiquista foi expulso na sequência de um lance em que atingiu com o cotovelo, na queda, um adversário que teve sobre ele uma entrada mais ríspida.

A expulsão de Rodrigo aos 29 minutos teve influência determinante no desfecho da partida, pelo peso que tem na sua equipa e por esta ter ficado em inferioridade numérica, situação agravada pelo golo do Osasuna, cinco minutos mais tarde, aos 34, por Oier.

O Osasuna, que subiu esta época à liga principal, confirmou o triunfo na segunda parte, com mais dois golos, pelo médio Rúben Garcia, de cabeça, a aproveitar uma escorregadela do internacional sub-21 português Thierry Correia, aos 50 minutos, e o equatoriano Pervis Estupinan, aos 80.

Com esta derrota, o Valência, que não pôde hoje contar com o internacional português Gonçalo Guedes, a contas com uma lesão, caiu para 12º lugar do campeonato, com 13 pontos, sendo ultrapassado, entre outros, pelo Osasuna, que ocupa a nona posição, com 14.

Em outros jogos hoje disputados, o Sevilha, sem o português Daniel Carriço, lesionado, venceu na receção ao Getafe por 2-0, com golos do mexicano Chicharrito e do argentino Lucas Ocampos, ambos na segunda parte, enquanto o Espanyol foi ao terreno do Levante vencer com um tento do central Bernardo, aos 38 minutos.

A equipa sensação da prova é o Granada, que ascendeu à liderança isolada do campeonato, com 20 pontos, depois de ter vencido hoje na receção ao Bétis, com os portugueses Rui Silva e Domingos Duarte no ‘onze’.

O golo apontado por Alvaro Vadillo, à passagem do minuto 61, foi suficiente para a equipa de Diego Martínez terminar a ronda na liderança isolada, uma vez que o ‘clássico’ entre FC Barcelona, agora segundo, com 19 pontos, e Real Madrid, quinto, com 18, foi adiado para 18 de dezembro, devido à tensão política e social que se vive na Catalunha.

O Betis, que não contou com o lesionado William Carvalho, ocupa o 18.º e antepenúltimo posto da tabela, com nove pontos.

Antes, a Real Sociedad também se ‘colou’ às equipas da frente, - é terceira, com 19 pontos -, ao triunfar pelo mesmo resultado no reduto do Celta de Vigo, 17.º, com nove, por culpa do golo marcado pelo sueco Alexander Isak (82 minutos), depois de a formação galega ter ficado reduzida a 10 elementos, face à expulsão de Pape Cheikh (66).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.