O treinador Zinedine Zidane manifestou-se hoje desagradado com a ausência de público na retoma da liga espanhola de futebol, após a suspensão devido à pandemia de COVID-19, mas assinalou que os jogadores do Real Madrid conseguirão adaptar-se.

“Não me agrada jogar sem público no estádio, mas temos de nos adaptar. Existe um governo e pessoas que trabalham para decidir esse tipo de coisas. A ausência de público não nos retirará a vontade de voltar a jogar, apesar de irmos sentir falta dos nossos adeptos”, observou Zidane.

O Real Madrid, segundo classificado do campeonato, com menos dois pontos do que o FC Barcelona, vai receber no domingo o Eibar, em jogo à porta fechada, num momento de regresso do futebol em Espanha e um dia depois de o líder visitar o Maiorca.

Zidane mostrou-se favorável à alteração da regra que permite realizar cinco substituições, a fim de minimizar os riscos para a saúde dos jogadores, e à utilização do estádio secundário Alfredo Di Stéfano, atendendo às obras que estão a decorrer no Santiago Bernabéu.

“O [estádio] Di Stéfano também um recinto nosso. Estamos habituados a jogar no [Santiago] Bernabéu, mas, também neste caso, teremos de nos adaptar. Já treinámos e estamos satisfeitos por podermos lá jogar”, afirmou o treinador francês.

A pandemia de COVID-19 já provocou quase 423 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP, e Espanha é um dos países mais afetados, com 27.136 mortos e quase 243 mil casos confirmados de infeção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.