Parece estar ultrapassada a zanga entre Ronaldo e Zidane. O português não gostou de ter sido substituído no encontro frente ao Villarreal para a Liga Espanhola mas voltou a meio da semana para a Champions frente ao Dortmund. O estado físico de CR7 inspira cuidados, daí que o técnico do Real Madrid tenha tomado a opção de dar menos minutos ao craque português.

"Não estou preocupado. Sei o que estou a fazer. Vamos pedir sempre mais rendimento e ele precisa de jogar. Cada dia vejo que ele está a melhorar", comentou o técnico, em conferência de imprensa.

Outro português em destaque no Real, mas pelos piores motivos, é Fábio Coentrão. O lateral esquerdo já estava recuperado de uma lesão muscular sofrida no final da época passada e estava pronto para competir mas sentiu um desconforto e teve de voltar a parar. Coentrão era o favorito para ocupar a vaga do também lesionado Marcelo mas, para já, tal não vai suceder.

"É uma pena que tenha sentido um desconforto após três semanas de trabalhado sem limitações, mas é normal. Nós não vamos arriscar. Temos jogadores suficientes para colmatar a ausência de Marcelo. Após a paragem para os jogos das seleções, ele vai estar novamente connosco", atirou o técnico.

Quanto ao jogo com o Eibar, o treinador do Real Madrid frisa que a eficácia será a chave do sucesso, depois de dois empates fora de portas.

"Temos de ser mais eficazes, marcar mais golos. Quando temos a partida controlada e depois empatamos é porque algo está mal. É isso que temos de mudar", sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.