A seleção portuguesa de futebol pode igualar no domingo o balanço do histórico com a sua congénere suíça, caso consiga em Genebra, na quarta jornada do Grupo A2 da Liga das Nações 2022/23, o quatro triunfo consecutivo.

Depois do 2-0 de 2017, na Luz, que valeu um lugar no Mundial de 2018, do 3-1 de 2019, no Dragão, com direito a apuramento para a final da Liga das Nações, e do 4-0 do último domingo, em Alvalade, Portugal pode igualar os 10 triunfos dos helvéticos.

Se o conseguir, num duelo com cinco empates, passa para o comando do confronto direto, já que, depois da goleada de há cinco dias, com tentos de William Carvalho (15 minutos), Cristiano Ronaldo (35 e 39) e João Cancelo (68), já lidera nos golos (34-33).

Para assumir o comando do confronto direto com os suíços, o conjunto das ‘quinas’ necessita, porém, de algo raro, de um triunfo no reduto dos suíços, o que só conseguiu duas vezes, em 11 encontros – 12 contando o ‘campo neutro’ do Euro2008 (0-2).

A primeira vitória aconteceu à quarta tentativa, depois de três derrotas, em 29 de abril de 1964, num embate particular em que a seleção portuguesa ganhou por 3-2, com tentos dos ‘magriços’ José Torres (30 minutos), António Simões (35) e José Augusto (49).

Pelos helvéticos, num embate realizado em Zurique, marcaram Richard Dürr, aos 39 minuyos, e Norbert Eschmann, aos 88, na transformação de uma grande penalidade.

Um quarto de século depois, em 20 de setembro de 1989, a formação das ‘quinas’ logrou o único triunfo fora em jogos oficiais, ao vencer por 2-1, num embate de qualificação para o campeonato do Mundo de 1990, que as duas seleções falharam.

Em Neuchâtel, um penálti marcado por Kubilay Türkyilmaz deu vantagem à Suíça, aos 28 minutos, mas, na segunda parte, Paulo Futre – então era ele e mais 10 –, aos 69, também de grande penalidade, e Rui Águas, aos 74, selaram a reviravolta.

Depois desse encontro, há mais de três décadas, Portugal empatou 1-1 em 1993, na qualificação para o Mundial de 1994, e perdeu por 2-0 nos últimos dois embates, o primeiro em campo neutro, na fase final do Euro2008.

Com o apuramento garantido, bem como o primeiro lugar do Grupo A, Luiz Felipe Scolari elegeu um ‘onze’ alternativo e o resultado foi um desaire, selado por um ‘bis’ de Hakan Yakin, que marcou aos 71 e 83 minutos, o segundo de penálti.

Em 06 de setembro de 2016, no primeiro jogo oficial após a conquista do Euro2016, Portugal voltou a ‘cair’ pelo mesmo resultado, desta vez fixado com tentos de Breel Embolo, aos 23 minutos, e Admir Mehmedi, aos 30.

No total dos 11 jogos fora com os suíços, não contando o de 2008, Portugal soma duas vitórias, três empates e seis derrotas, com 12 golos marcados e 19 sofridos.

O 25.º jogo entre Portugal e a Suíça, da quarta jornada do Grupo A2 da Liga das Nações em futebol, realiza-se no domingo, pelas 20:45 locais (19:45 em Lisboa), no Estádio de Genebra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.