Se o que aconteceu dentro das quatro linhas já não foi positivo para o Sporting, a verdade é que as más notícias podem agora vir com sanções da UEFA.

Antes do jogo que iria ditar a primeira derrota do Sporting na Liga dos Campeões, a chegada ao Estádio Vélodrome foi bastante atribulada com os Leões a chegarem apenas 40 minutos antes do apito inicial [as regras ditam que no máximo é permitido 75 minutos de antecedência].

Por esse mesmo motivo, a hora prevista do encontro teve de ser adiada, o que motivou uma visível tensão dos lados do Marselha com o técnico Tudor a mostrar o seu descontentamento.

No final da derrota pesada, Amorim falou em "falta de humildade" do adversário e explicou que o Sporting cumpriu todos os procedimentos para estar no recinto dentro da hora prevista e agora foi Tudor a explicar a ação mais intempestiva:

"Foi dito que o jogo ia começar às 17h55, planeámos a pensar que ia começar a esta hora. Depois que seria às 18 horas e planeámos novamente assim. Chegou a essa hora e o jogo não começou, ficámos a aguardar 10 minutos e isso provocou fúria da minha parte", referiu, prosseguindo: "Os jogadores ficaram frios. O facto de estar irritado era estratégico também para dar algum nervo aos meus jogadores. Tínhamos tudo preparado e não gostámos como decorreu esta situação".

Do lado da UEFA, o jornal francês 'L'Équipe' fala numa eventual multa a ser aplicada aos Leões, tanto pelo atraso na chegada ao Estádio como na saída dos balneários para o encontro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.