O FC Porto é o único representante nacional a marcar presença na fase de grupos desta edição da Liga dos Campeões e fica esta quinta-feira a conhecer os seus adversários no caminho para alcançar os dezasseis-avos de final da 'Prova Milionária'.

Os dragões estão colocados no Pote 1, o mesmo que Bayern - campeão europeu e alemão, Sevilha - vencedor da Liga Europa e os campeões nacionais de Espanha (Real Madrid), Inglaterra (Liverpool), Itália (Juventus), França (PSG) e Rússia (Zenit).

Desta forma é já certo que o Estádio do Dragão não vai receber numa primeira fase nem Cristiano Ronaldo, nem Neymar.

Os perigos surgem dos outros potes e é aqui que pode ser útil olhar para os rankings da UEFA para perceber qual é, no final de contas, o grupo teoricamente mais fácil e o mais difícil que o FC Porto pode calhar.

Contudo existem dois rankings para os quais vamos olhar neste artigo: o oficial que contou para a distribuição das equipas pelos potes do sorteio desta quinta-feira, que tem em conta as últimas cinco épocas de casa clube, e o ranking apenas e só da última época, com dados mais recentes sobre as prestações das equipas.

FC Porto é cabeça de série no sorteio, mas tem muitos 'perigos' à espreita
FC Porto é cabeça de série no sorteio, mas tem muitos 'perigos' à espreita
Ver artigo

Primeiro, olhamos a cinco anos

Olhando para o ranking de clubes da UEFA, atualizado pela última vez a 26 de agosto deste ano, no grupo mais complicado os dragões podem contar com viagens a Barcelona, Kiev e Marselha.

No pote 2 o adversário a evitar é o Barcelona:  segundo classificado da La Liga da última época e terceiro classificado do ranking, ainda que o Atlético de Madrid esteja a apenas 1.000 pontos de distância.

Pote 2
Barcelona (128.000)
Atlético de Madrid (27.000)
Manchester City  (116.000)
Manchester United (100.000)
Shakhtar (85.000)
Dortmund (85.000)
Chelsea (83.000)
Ajax (69.500)

No Pote 3, o melhor classificado é o Dínamo de Kiev, que chegou á fase de grupos depois de passar pelo playoff. Bem perto surge o Salzburgo, com menos 1.500 pontos.

Pote 3
Dinamo Kiev (55.000)
Salzburgo (53.500)
RB Leipzig (49.000)
Inter de Milão (44.000)
Olympiacos (43.000)
Lazio (41.000)
Krasnodar (35.500)
Atalanta (33.500)

Com o emblema ucraniano no grupo, o FC Porto não poderia encontrar o Lokomotiv de Moscovo (33.000 pontos), o clube com mais pontos no pote 4 e desse forma o adversário mais complicado passaria a ser o Marselha, de André Villas-Boas, com 31.000 pontos no ranking.

Pote 4
Lokomotiv Moscovo (33.000)
Marseilha  (31.000)
Club Brugge (28.500)
Mönchengladbach (26.000)
İstanbul Başakşehir (21.500)
Midtjylland (14.500)
Rennes (14.000)
Ferencváros  (9.000)

O grupo teoricamente mais fácil só será mesmo fácil na teoria, depois de olharmos para os nomes das equipas com menos pontos no ranking da UEFA nos potes 2 e 3: seguindo o ranking geral - que tem em conta os cinco últimos anos - o grupo mais acessível seria com Ajax, Atalanta - 3.ª na Serie A e uma das equipas sensação da Champions do último ano e Ferencváros, campeão húngaro.

Grupo mais complicado (Ranking 15/16 - 19/20): 289.000 pontos

FC Porto (75.000)
Barcelona (128.000)
Dinamo de Kiev (55.000)
Marselha (31.000)

Grupo mais acessível (Ranking 15/16 - 19/20): 183.000 pontos

FC Porto (75.000)
Ajax (65.500)
Atalanta (33.500)
Ferencváros (9.000)

Olhando para o passado recente as coisas mudam... bastante

Se tivermos apenas em conta as pontuações que cada emblema amealhou nas campanhas europeias da última época, as coisas mudam de figura. Para já, se fosse este o critério utilizado pela UEFA os potes mudariam de hospedes: o Leipzig e Inter de Milão seriam nomes no pote 2 por exemplo, enquanto que nomes como a Lazio poderiam cair para o último pote.

Mas colocamos essa reconfiguração de parte e analisamos os potes do sorteio de hoje à luz do ranking de 2019/2020.

Assim, do Pote 2 o adversário a evitar seria o Manchester City, que alcançou os quartos de final na última edição da Liga dos Campeões, com 25.000 pontos, menos 1.000 que o Barcelona. Já o mais fácil (em teoria), continuaria a ser o Ajax, que com 13.000 pontos é o pior classificado do pote. Acima surge o Chelsea como o segundo pior (17.000) e Dortmund (18.000)

Pote 2 com pontuações 19/20:
Manchester City (27.000)
Barcelona (24.000)
Manchester United (22.000)
Atlético de Madrid (22.000)
Shakhtar Donetsk (22.000)
Dortmund (18.000)
Chelsea (17.000)
Ajax (13.000)

No Pote 3, o Leipzig é a fava que ninguém quererá encontrar no sorteio: semifinalistas da Champions, só eliminados pelo PSG, os alemães somaram 27.000 pontos na última época. O Inter de Milão - finalista da Liga Europa - é o segundo adversário mais perigoso do pote. O mais acessível seria a Lazio, que apenas somou 4.000 pontos na última época. Dínamo de Kiev e Krasnodar têm a segunda pior pontuação do pote: 6.000.

Pote 3 com pontuações 19/20:
Leipzig (27.000)
Inter de Milão (25.000)
Atalanta (20.000)
Olympiacos (10.000)
Salzburgo (10.000)
Dínamo Kiev (6.000)
Krasnodar (6.000)
Lazio (4.000)

No Pote 4 o adversário mais complicado é, de forma destacada, o Istambul Basaksehir, que eliminou o Sporting da Liga Europa nos 16-avos da Liga Europa da última época. Os turcos somaram 11.000 pontos. No extremo oposto estão dois emblemas franceses, que devido às suas ausências das competições europeias na última temporada não somaram qualquer ponto para o ranking: Rennes e Marselha.

Pote 4 com pontuações 19/20:
Istambul Basaksehir (11.000)
Club Brugge (8.000)
Lokomotiv Moscovo (6.000)
Monchengladbach (6.000)
Ferencváros (6.000)
Midtjylland (2.000)
Marselha (0.000)
Rennes (0.000)

Assim, sendo e tendo apenas em conta as últimas campanhas europeias (ou a ausência delas) de cada emblema, o grupo mais complicado para os portistas seria um com Manchester City, Leipzig e Istambul Basaksehir. No extremo oposto, no conjunto teoricamente mais fácil, o FC Porto encontraria o Ajax, a Lazio e o Marselha ou Rennes.

Grupo mais complicado (Ranking 19/20): 72.000 pontos

FC Porto (7.000)
Manchester City (27.000)
Leipzig (27.000)
Istambul Basaksehir (11.000)

Grupo mais acessível (Ranking 19/20): 24.000 pontos
FC Porto (7.000)
Ajax (13.000)
Lazio (4.000)
Marselha/Rennes (0.000)

A verdade é que muitas vezes o que é da teoria fica na teoria e na prática não é bem assim. Muitos foram aqueles que foram surpreendidos por grupos fáceis e vários os 'tomba gigantes' que surpreenderam nas provas europeias.

Na prática, o FC Porto fica a conhecer a sua sorte esta tarde, a partir das 16 horas, com o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, um sorteio para acompanhar ao minuto no SAPO Desporto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.