Os cipriotas do APOEL Nicósia alcançaram hoje um precioso empate a um golo na visita aos ucranianos do Shakhtar Donetsk e assumiram a liderança do Grupo G da Liga dos Campeões de futebol.

Com os portugueses Paulo Jorge, Nuno Morais e Hélio Pinto – este a capitanear o “onze” -, a equipa de Chipre atingiu os quatro pontos na “liga milionária”, gozando de mais um do que Zenit São Petersburgo e FC Porto, uma vez que os “dragões” foram hoje batidos (3-1) no recinto dos russos.

Os portistas ficaram na terceira posição do agrupamento, com mais dois pontos do que o “lanterna vermelha”, Shakhtar Donetsk.

Após passar grande parte do encontro no seu meio campo, o APOEL inaugurou o marcador na Arena Donbass, aos 61 minutos, por intermédio de Trickovski, que tinha efetuado uma combinação de passes com um colega.

Contudo, a vantagem não durou mais de três minutos, porque Jadson, aos 64, empatou a partida a um golo, aproveitando um cruzamento de Willian.

O Shakhtar Donetsk conseguira quatro triunfos caseiros na última edição da “Champions” antes de sucumbir diante dos futuros campeões, o FC Barcelona, nos quartos de final, terminando uma série de 15 jogos sem perder no seu reduto para as provas europeias.

O APOEL já tinha conseguido empates em visitas ao Atletico Madrid e ao Chelsea na temporada de 2009/10, tendo cedido uma derrota na deslocação ao Estádio do Dragão (2-1), precisamente o seu próximo compromisso.

Em 19 de outubro, os “dragões” recebem a equipa cipriota, numa terceira ronda da prova que vai contar com a visita do Zenit São Petersburgo ao Shakhtar Donetsk.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.