O Arsenal ficou hoje mais perto do apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, após o triunfo por 3-1 sobre o Partizan, em Belgrado, na segunda jornada do Grupo H.

Na capital sérvia, os “gunners” somaram a segunda vitória consecutiva (golearam na primeira ronda o Sporting de Braga por 6-0) e mantiveram a liderança da “poule”, em igualdade pontual (seis) com o Shakhtar Donetsk.

Num encontro que ficou marcado pela marcação de três grandes penalidades, o russo Arshavin colocou a formação londrina em vantagem, aos 15 minutos, mas o brasileiro Cléo (ex-Olivais e Moscavide) repôs a igualdade, de penalti, aos 33.

Após o intervalo, o Partizan ficou reduzido a 10 jogadores, com a expulsão de Jovanovic (65 minutos), num lance em que o central sérvio cometeu grande penalidade, que acabou por ser defendida pelo guarda-redes Stojkovic, que está no Partizan emprestado pelo Sporting, a remate de Arshavin.

Mesmo assim, o Arsenal chegou novamente à vantagem aos 71 minutos, por Chamakh. Squillaci confirmou o triunfo do Arsenal, aos 82.

Nos instantes finais, o Partizan ainda teve possibilidade de reduzir a desvantagem, mas Cléo permitiu a defesa do guarda-redes polaco Fabianski, em nova grande penalidade.

Na próxima jornada, o Arsenal recebe o Shakhtar Donetsk, enquanto o Partizan viaja ao Minho, para defrontar o Sporting de Braga, que hoje caiu perante os ucranianos por 3-0.

Jogo no Estádio do FK Partizan, em Belgrado.

Partizan – Arsenal, 1–3.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:
0-1, Arshavin, 15 minutos
1-1, Cléo, 33 (grande penalidade)
1-2, Chamakh, 71.
1-3, Squillaci, 82.

Equipas:

- Partizan Belgrado: Stojkovic, Stevanovic, Jovanovic, Krstajic, Lazevski, Tomic (Savic, 60), Medo, Petrovic (Smiljanic, 69), Ilic, Pierre Boya (Iliev, 83) e Cléo.

- Arsenal: Fabianski, Sagna, Djourou, Squillaci, Gibbs, Rosicky, Denilson, Wilshere (Nasri, 74), Song, Arshavin (Clichy, 83) e Chamakh (Vela, 75).

Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Ilic (59). Cartão vermelho directo para Jovanovic (56).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.