Condenado a 14 anos de prisão pelo atentado contra o autocarro que transportava a comitiva Borussia Dortmund para o seu estádio, o advogado de Sergueï Wenergold anunciou esta quarta-feira que o seu cliente desistiu de apresentar recurso.

"Retiramos a nossa solicitação de recurso", declarou Carl Heydenreich, cujo cliente havia decidido apresentar recurso num primeiro momento.

O ataque de abril de 2017 contra o autocarro da equipa do Borussia Dortmund feriu o jogador espanhol Marc Bartra e um agenda polícia.

Wenergold, de 29 anos, foi considerado culpado de 28 acusações de tentativa de homicídio por fazer explodir três explosivos quando o autocarro da equipa alemão estava a dirigir para o Signal Induna Park para disputar uma partida da Liga dos Campeões contra o Mónaco.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.