A derrota do Benfica frente ao RB Leipzig vem confirmar uma tendência que os encarnados têm revelado nos últimos dez anos em estreias na Liga dos Campeões. Se analisarmos os últimos dez jogos das águias a abrir a prova milionária, incluindo o jogo de ontem, constata-se que o saldo é negativo: quarto derrotas, três empates e três vitórias.

Esta é a quarta época consecutiva em que o Benfica não consegue entrar a ganhar na Champions, e a terceira derrota consecutiva em arranques. A estes três desaires acresce o facto de todos terem acontecido no Estádio da Luz, frente a CSKA Moscovo, em 2017/8, e Bayern Munique em 2018/19, por 1-2 e 0-2, respetivamente.

De referir ainda que nas últimas dez participações, nove delas a começar perante os seus adeptos, as águias só venceram por três ocasiões - contra Hapoel Tel Aviv (2010/11), Anderlecht (2013/14) e Astana (2015/16) -, somando quatro desaires, pois também o Zenit, adversário nesta fase de grupos, venceu no reduto dos encarnados na temporada 2014/15.

A este propósito, é preciso referir que um começo com derrota é sinónimo de eliminação na fase de grupos ou ida para a Liga Europa: aconteceu nos últimos dois anos, mas também em 2014/15, na época 2007/08 (encarnados perderam por 1-2 frente ao AC Milan) e na temporada 1998/99 (derrota frente ao Kaiserslautern).

Esta foi ainda a quinta derrota dos encarnados nas últimas sete partidas da Liga dos Campeões disputadas no Estádio da Luz - conseguiram também um empate e uma vitória.

Os últimos 10 arranques do Benfica na Champions
Os últimos 10 arranques do Benfica na Champions créditos: SAPO Desporto

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.