O Benfica estabeleceu hoje um novo recorde de golos na Youth League, competição que replica nos juniores os grupos da Liga dos Campeões de futebol, ao impor-se ao Galatasaray por 11-1, em jogo do grupo C da competição.

Em Istambul, os 'encarnados', que na primeira jornada tinham vencido o Astana por 8-0 e 'roubado' ao Chelsea o recorde da maior goleada (7-1), garantiram praticamente a passagem aos oitavos de final da competição.

O encontro, da terceira jornada do grupo C, ficou marcado por dois 'tris' de José Gomes e Diogo Gonçalves, que foram substituídos a cerca de 20 minutos do final do encontro, e por um 'bis' de João Carvalho.

A jogar em casa, a formação turca colocou-se em vantagem aos 17 minutos, depois de Volkan Issever ter convertido uma grande penalidade, que puniu falta de Azemovic sobre Kerem Çaliskan.

O Benfica empatou a partida aos 24 minutos, por intermédio de Diogo Gonçalves, que voltou a marcar aos 34, numa altura em que os 'encarnados' já venciam por 4-1, depois dos tentos de José Gomes (27) e Renato Sanches (33).

Num segundo tempo alucinante, o Benfica, que lidera o grupo só com vitórias, apontou seis golos em 20 minutos, e mais um em tempo de descontos, que lhe permitiram bater o seu próprio recorde da maior goleada na competição.

Diogo Gonçalves, que aos 64 minutos foi substituído por João Filipe, marcou aos 58, e José Gomes -- rendido aos 68 por Jorge Pereira - ampliou a vantagem aos 63 e 65.

Com os turcos, que nas jornadas anteriores perderam com o Atlético de Madrid (3-1) e venceram o Astana (3-0), remetidos à defesa, o Benfica dilatou o resultado com tentos de João Carvalho (72), Hildeberto Pereira (76) e Francisco Ferreira (78).

Já em tempo de descontos (90+1), João Carvalho converteu uma grande penalidade, a punir falta de Sefa Özdemir sobre Hildeberto Pereira.

O Benfica lidera o grupo C com nove pontos, seguido do Atlético de Madrid, que no outro jogo da 'poule' disputado hoje, goleou os cazaques do Astana, por 7-1, seguindo agora com seis pontos.

Na próxima jornada, agendada para 03 de novembro, o Benfica recebe a formação turca, que soma três pontos.

Jogo disputado no estádio Bahçelievler, em Istambul.

Galatasaray - Benfica, 1-11.

Ao intervalo: 1-4.

Marcadores:

1-0, Volkan Issever, 17 minutos (grande penalidade).

1-1, Diogo Gonçalves, 24.

1-2, José Gomes, 27.

1-3, Renato Sanches, 33.

1-4, Diogo Gonçalves, 34.

1-5, Diogo Gonçalves, 58.

1-6, José Gomes, 63.

1-7, José Gomes, 65.

1-8, João Carvalho, 72.

1-9, Hildeberto Pereira, 76.

1-10, Francisco Ferreira, 78.

1-11, João Carvalho 90+1 (grande penalidade)

Equipas:

- Galatasaray: Mert Karaca, Batuhan Isik, Yusuf Türkmen, Sefa Özdemir, Hüseyin Öztürk, Bugra Yetkin (Ibrahim Demirbag, 46), Celil Yüksel (Çetin Turan, 46), Gökhan Göksu (Muhammet Yesilyurt, 71), Volkan Issever, Dogan Davas e Kerem Çaliskan.

(Suplentes: Anil Özer, Yusuf Tantan, Ahmet Demir, Soner Gönül, Ibrahim Demirbag, Çetin Turan e Muhammet Yesilyurt).

Treinador: Saffet Akyüz.

- Benfica: André Ferreira, Buta, Azemovic, Francisco Ferreira, Yuri Ribeiro (Ricardo Araújo, 31), Gonçalo Rodrigues, Renato Sanches, João Carvalho, Diogo Gonçalves (João Filipe, 64), José Gomes (Jorge Pereira, 68) e Hildeberto Pereira.

(Suplentes: Fábio Duarte, Ricardo Araújo, Alfa Semedo, Jorge Pereira, Martin, João Filipe e Tiago Dias).

Treinador: João Tralhão.

Árbitro: Enea Jorgji (Albânia).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Kerem Çaliskan (65).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.