O FC Porto recebe esta terça-feira, a partir das 20h00, no Estádio do Dragão, o AC Milan, em partida a contar para a 3.ª jornada do Grupo da fase de grupos da Liga dos Campeões. E se, no cômputo geral, o registo dos 'dragões' ante equipas transalpinas não é o melhor (15 derrotas e apenas 10 vitórias em 34 jogos), a jogar em casa o balanço até é positivo (seis vitórias e quatro derrotas em 16 jogos e apenas um desaire nos últimos dez encontros contra formações transalpinas na qualidade de anfitrião).

Um registo caseiro positivo para o qual contribuiu já Sérgio Conceição, que orientava já o FC Porto nas duas últimas receções a equipas da Serie A, ambas terminadas com triunfo azul e branco.

A mais recente vítima foi, na temporada passada, a Juventus, então de Cristiano Ronaldo, na 1.ª mão dos oitavos de final da Champions. Taremi abriu o ativo, antes de Marega dilatar o marcador, com Chiesa a reduzir para 2-1, mas os dragões a seguirem, depois, e, frente ao perderam por 2-3 em Turim, com a regra dos golos fora ainda a valer.

Antes da Juve, a anterior vítima italiana do FC Porto de Conceição tinha sido a Roma. Foi na época de 2018/2019, com os 'dragões' a virarem a eliminatória também nos oitavos de final dessa edição da competição. Derrotado por 1-2 na capital italiana na 1.ª mão, o FC Porto deu a volta aos acontecimentos no Estádio do Dragão, num encontro emocionante. Tiquinho Soares começou por marcar para o conjunto luso, colocando-o na frente da eliminatória, mas Daniele de Rossi empatou o jogo e recolocou os romanos na rota do apuramento.

Só que Marega marcou na segunda parte e levou a decisão para um prolongamento onde Alex Telles marcou, de grande penalidade, o golo que fechou o placar em 3-1 e selou a passagem aos quartos de final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.