Com uma equipa algo ‘remendada’, face às ausências de Felipe e Moisés, Domingos Paciência viu o Braga entrar em Donetsk com muita confiança e ambição. Cientes de que é preciso quase um milagre de quatro golos sem resposta na Ucrânia para seguir em frente na Liga dos campeões, os arsenalistas entraram ao ataque desde o apito inicial.

Moisés recuperou e foi titular, mas o goleador minhoto na Champions não deu ainda a contundência necessária à equipa minhota para bater Pyatov.

No entanto, o Braga também não permitiu grandes veleidades ao perigoso rival ucraniano, que está na liderança do grupo e já não perde no seu recinto há 52 jogos.

Em Londres, o Arsenal não está a ajudar as contas dos arsenalistas, uma vez que já está em vantagem (1-0), graças ao golo de Van Persie, na conversão de uma grande penalidade. Domingos Paciência vê agora o seu sonho depender de 45 minutos sublimes em Donetsk ou de uma ajuda do Partizan Belgrado frente ao Arsenal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.