O Barcelona venceu esta quarta-feira os checos do Viktória Plzen por 2-0, em jogo da terceira jornada do Grupo H.

O golo da vitória surgiu aos 10 minutos, por Iniesta, que combinou em várias tabelinhas com Lionel Messi, espalhando magia. E se vendo um golo tão sendo se esperava uma goleada, era engano. O outro golo só foi conseguido aos 82’, por Villa, aproveitando bem uma bola perdida por Messi.

Os pupilos de Pep Guardiola atiraram umas quantas bolas à trave, Messi, aos 67 minutos, viu ser-lhe negado o golo no limite, mas nenhuma delas se transformou em golos.

A diferença entre as duas equipas é de facto abissal, ainda que os catalães não tenham materializado em golos a supremacia. Dominio total do jogo, mas longe das melhores exibições dos campeões europeus.

O Viktória Plzen só por uma vez assustou Valdés, aos 63’, num desentendimento entre o guarda-redes e Dani Alves. O avançado checo não deu o melhor seguimento à ‘abébia’ concedida, que faria o 1-1.

O Barcelona soma sete pontos, os mesmos que AC Milan, que venceu o Bate Borisov.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.