No futebol, jogadores e treinadores costumam desculpar alguns erros com a frase : "Só falha quem lá está". Quando se trata de Messi, o falhanço torna-se notícia por ser... tão raro.

Esta terça-feira, o craque argentino falhou um penálti na vitória do Barcelona por 2-1 sobre o Manchester City, em jogo da primeira-mão dos oitavos-de-final da Champions. Um penálti que, se convertido, deixaria os "culés" com um "pé e meio" nos quartos-de-final. Além de ter falhado da marca dos nove metros, o argentino ainda errou o alvo na recarga, quando tinha tudo para marcar.

O penálti falhado frente ao Manchester City foi o 13.º desperdiçado pelo argentino no Barcelona, sendo que dois foram para fora e outros dois bateram nos ferros.

Das restantes nove vezes em que permitiu a defesa dos guarda-redes contrários, o argentino rematou duas vezes para a direita do guardião e sete vezes para a esquerda... tal como fez esta terça-feira frente a Joe Hart. Apenas Diego Lopez (Villarreal) e Riesgo (Recreativo Huelva) travaram os remates do craque do Barcelona, atirando-se para a direita.

Caballero (Benidorm), Tzorvas (Panathinaikos), Diego Alves (Valência), Javi Varas (Sevilha), Adán (Bétis), Oblak (Atlético) e Joe Hart (Manchester City) defenderam grandes penalidades marcadas por Messi, atirando-se para a esquerda.

De referir que o craque argentino fez na terça-feira o seu jogo 100 em competições europeias, 93 deles na Liga dos Campeões. Três foram na Supertaça Europeia e quatro no Mundial de Clubes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.