É um Dragão 'ferido' aquele que vai defrontar a AS Roma esta quarta-feira, em jogo da segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. A derrota com o Benfica este domingo ainda está vivo na memória de todos os portistas, num jogo que pode deixar marcas na equipa.

Tudo mudou após empate em Alvalade

O ano de 2019 não está a ser bom para o FC Porto. Apesar de a equipa estar envolvida em todas as competições que entrou (perdeu a final da Taça da Liga para o Sporting nas grandes penalidades), os campeões nacionais viram 'desaparecer' uma vantagem de sete pontos na liderança, perdida para o Benfica em este domingo. Na Taça de Portugal estão bem encaminhados para chegar ao Jamor, depois dos 3-0 ao SC Braga em casa na primeira-mão das meias-finais.

Sporting vs FC Porto
Marega desiludido, após falhar uma grande oportunidade créditos: @TIAGO PETINGA/LUSA

O ano até começou bem, com as vitórias frente ao Desportivo das Aves e Nacional, que levaram Conceição a igualar o máximo de triunfos em Portugal, estabelecido por Jesus no Benfica em 2010/2011 (18 vitórias seguidas) mas, depois do empate a zero bolas em Alvalade, na última jornada da I Liga, tudo mudou. A verdade é que a equipa já vinha perdendo fulgor, com algumas vitórias sofridas, pela margem mínima (1-0 ao aves, 2-1 ao Belenenses, 2-1 ao Rio Ave, 4-3 ao Moreirense, 2-1 ao Santa Clara) e exibições menos convincentes.

Mesmo não sendo tão demolidor como mostrou após a derrota com o Benfica na Primeira Volta, o FC Porto de Conceição fazia da eficácia uma das suas armas para vencer encontros que se avizinhavam complicados. Mas, de um momento para outro, a equipa deixou de ser letal à frente da baliza. Aconteceu nos dois empates seguidos fora de casa no Minho, frente ao Vitória de Guimarães (0-0) e Moreirense (1-1), resultados que fizeram o Benfica recuperar quatro pontos e ficar a apenas um dos 'dragões'. A equipa já perdeu nove pontos em 2019, num total de 15 pontos perdidos para a Liga (duas derrotas com o Benfica, uma com o Vitória de Guimarães, e empates contra Sporting, Vitória de Guimarães e Moreirense). Na época passada Conceição foi campeão e apenas deixou fugir 12 pontos (quatro empates e duas derrotas).

A juntar isso tudo, Conceição também teve de gerir a lesão de jogadores-chave do plantel, como foram os casos de Marega, Brahimi e Danilo. Os três já estão aptos, os dois primeiros até foram titulares frente ao Benfica no domingo, mas estão longe da sua melhor forma física. Para esta quarta-feira, Conceição vai precisar do poder físico de Marega, da criatividade de Brahimi e da estabilidade de Danilo na zona intermédia para virar o resultado frente aos romanos.

Golo de Adrián López mantém Dragão 'vivo'. Muitas dúvidas no onze

O golo de Adrian López em solo romano deixou o FC Porto a apenas um tento dos 'quartos', desde que a AS Roma não marque. Sem ser um 'bicho papão', esta Roma mete respeito, pelos valores individuais de que dispõe, como Dzeko, Kolarov, Daniele de Rossi, El Shaarawy, entre outros. A equipa vem de uma derrota dolorosa frente a rival Lazio no dérbi romano (3-0), que o deixa no 5.º posto, fora dos lugares de Champions, e, tal como o FC Porto, vai querer dar uma resposta positiva.

Adrian López festeja golo do FC Porto frente a AS Roma
Adrian López festeja golo do FC Porto frente a AS Roma créditos: Lusa

No FC Porto há muitas dúvidas em relação ao onze a apresentar. Conceição poderá desfazer a dupla de centrais, com o regresso de Militão ao onze, ou pode mesmo colocar o defesa a lateral, no lugar de Manafá, embora seja difícil que opte por esta troca, uma vez que vai precisar da profundidade no corredor direito que o ex-Portimonense dá, algo que não é possível com o brasileiro.

No meio, Danilo deverá voltar a titularidade, ficando a dúvida sobre a forma com Conceição quererá abordar este jogo: se com três médios, tal como na primeira-mão (Óliver e Herrera a juntarem-se a Danilo), ou se apenas com dois, optando pelo 4-4-2. A primeira opção requer um Marega a jogar na direita, com Brahimi no corredor contrário, no apoio ao avançado que deverá ser Suárez. Mas a boa forma de Adrian López (que marcou ao Benfica, tal como fez em Roma) poderá garantir-lhe um lugar no onze. Se o técnico avançar para o 4-4-2, Otávio surge como um dos potenciais nomes a entrar diretamente no onze, atuando no meio mas fechando num dos corredores. Tudo dúvidas para serem desfeitas perto das 20h00 de quarta-feira, hora do jogo no Dragão. Corona, que não jogou na primeira-mão por estar castigado, também está de volta, pelo que é mais uma opção para Conceição.

Lutar pelo prestígio e pelos milhões

Além do prestígio de se juntar aos oito melhores clubes da Europa, em jogo estão 10,5 milhões de euros, prémio atribuído pela UEFA a quem chega aos quartos-de-final da prova. A estes, pode-se juntar mais 2,7 milhões de euros, valor de uma vitória.

O FC Porto vai querer manter o trajeto 100 por cento vitorioso em casa na presente edição da ‘Champions’, depois de ter batido o Galatasaray (1-0), o Lokomotiv Moscovo (4-1) e ao Schalke 04 (3-1). Em termos históricos, nas provas europeias, o FC Porto virou três das seis eliminatórias em que começou a perder fora por 2-1, e pode repetir quatro das 14 receções a formações transalpinas, incluindo um 2-0 à Roma, com golos de Walsh e Costa, em 1981/82.

Na presente temporada, a Roma só venceu um de três jogos fora na Liga dos Campeões, quando derrotou o CSKA de Moscovo por 2-1, tendo perdido por 3-0 com o tricampeão europeu em título Real Madrid e, já apurado, por 2-1 com o Viktoria Plzen. O bósnio Edin Dzeko, com cinco golos, é o melhor marcador da Roma na presente edição, para um total de 22 na ‘Champions’. Na época transata, decidiu na segunda mão dos ‘oitavos’, na receção ao Shakhtar Donetsk (1-0, após derrota fora por 2-1).

O encontro entre o FC Porto e a Roma, que procuram ultrapassar pela quarta vez os oitavos de final da ‘Champions’ – os lusos à 11.ª presença e os italianos à sétima -, realiza-se na quarta-feira, pelas 20:00, no Estádio do Dragão, no Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.