Na semana passada, o encontro entre o PSG e o Basaksehir esteve envolto em polémica quando o 4º árbitro proferiu comentários racistas conta um dos adjuntos do emblema turco. Durante a confusão, Demba Ba passou a ser protagonista, pela forma como se dirigiu a Sebastian Coltescu. Agora, o jogador senegalês veio apontar o dedo também a Thomas Tuchel.

"Ele teve uma discussão com um ou dois jogadores da nossa equipa e basicamente culpou-nos pelo que aconteceu. É problema dele. Não meu. Não é algo que vou dizer em frente às câmaras", começou por revelar.

"Os jogadores do PSG podiam ter continuado em campo e dizer: não, estamos aqui para jogar. Mas decidiram parar. Alguns dos elementos do PSG, ou um elemento, gostaria que estivesse em frente a uma câmara e explicasse como ele nos tratou. Não aceito isto, nunca vou aceitar e a próxima vez que o vir, vai ouvir. O treinador. Não me vou alongar", rematou Demba Ba.

Recorde tudo o que aconteceu no PSG-Basaksehir.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto