Esta terça-feira, a Juventus bateu o Dinamo Kiev por 2-0 na Ucrânia, no arranque da 1.ª jornada do Grupo G da Liga dos Campeões, sem o principal craque da equipa. Cristiano Ronaldo testou positivo à COVID-19 quando estava ao serviço da seleção nacional e ainda está em isolamento. Afinal, quando pode CR7 regressar aos relvados?

Segundo escrevem esta quarta-feira os italianos do Corriere dello Sport, o dia de hoje pode ser decisivo no eventual regresso do internacional português ao ativo.

Tudo porque o protocolo da UEFA refere que, para voltar aos relvados,  um jogador que teste positivo para o novo coronavírus têm de ser declarado curado ou negativo pelo menos uma semana antes do jogo em questão. Visto que, na próxima quarta-feira, a Juventus recebe o Barcelona em Turim, para ser chamado por Pirlo, Cristiano Ronaldo tem de testar negativo hoje ou, pelo menos, a carga viral tem de ser baixa o suficiente para que a possibilidade de contágio seja muito reduzida (e nula até sexta-feira).

Caso Cristiano Ronaldo teste negativo esta quarta-feira, a Juventus deve enviar a documentação relativa à saúde do internacional português para a UEFA, para que esta seja analisada e para que seja dada luz verde ao regresso do jogador. Se testar negativo hoje, Cristiano Ronaldo deve estar apto para enfrentar o Lionel Messi pela primeira vez desde a saída do Real Madrid, em 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.