O FC Porto perdeu, esta terça-feira, por 1-0 com o Leicester no encontro da segunda jornada do Grupo G da Liga dos Campeões, disputado no King Power Stadium, na cidade dos campeões de Inglaterra. Com esta derrota, os Dragões somam apenas um ponto em duas jornadas disputadas, complicando já as aspirações para chegar aos oitavos de final.

O treinador Nuno Espírito Santo apostou em Adrián López no ataque e André André no meio-campo. Depoitre e Herrera começaram no banco de suplentes e Brahimi e Maxi Pereira ficaram na bancada. Do lado dos ingleses, o ex-Sporting Slimani surgiu, obiviamente, no onze inicial.

O único golo do encontro foi apontado aos 25 minutos por Islam Slimani. Mahrez trabalhou na direita e cruzou para o coração da área, onde apareceu o avançado argelino a antecipar-se a Felipe e a cabecear para o fundo da baliza de Casillas. Nota ainda para o central brasileiro Felipe, que esteve muito mal no lance.

Já lá vão seis golos para a conta do argelino no duelo com o guarda-redes espanhol. O avançado argelino já tinha marcado cinco golos em três clássicos entre Sporting e FC Porto.

Aos 35’ o banco do FC Porto levantou-se para gritar golo quando viram o livre direto de Miguel Layún terminar com a bola bater na malha lateral, mas não passou de uma ilusão.

Os ingleses foram para o intervalo em vantagem e com maior posse de bola: 55% para o Leicester contra os 45% para o FC Porto.

No segundo tempo, perante 31.805 espectadores, os Dragões estiveram melhor. Mesmo assim, Nuno Espírito Santo fez três alterações na equipa, saindo André André, Adrián e Oliver Torres para as entradas de Herrera, Diogo Jota e Corona.

Apesar de o FC Porto ter subido de rendimento na segunda parte e ter levado perigo à área do Leicester, continuou na procura do golo do empate e, pelo que fez nos segundos 45 minutos, merecia ter saído de Inglaterra com outro resultado. No segundo tempo, a posse de bola era de 37% para o Leicester e 63% para o FC Porto.

Nos dez minutos finais, Slimani foi substituído por Claudio Ranieri e o ex-Sporting, autor do único golo da partida, saiu do relvado do King Power Stadium sob uma grande ovação.

Aos 83 minutos, Otávio levantou para a área, Huth cortou e sobrou para Corona, que atirou de primeira, com a bola a embater com estrondo no poste da baliza do Leicester.

No outro encontro do Grupo G, o Copenhaga venceu o Brugge por 4-0. Com estes resultados, o Leicester encabeça o grupo com seis pontos, seguido do Copenhaga com quatro, depois o FC Porto com um e, por fim, o Brugge (zero pontos).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.