A Juventus optou por não inscrever o alemão Emre Can na Liga dos Campeões para esta época. O treinador Maurizio Sarri já tinha avisado que algumas das estrelas da equipa podiam ter de ficar de fora, e a 'fava' calhou a Emre Can e Mario Mandzukic.

O alemão não gostou nada da decisão e já deixou bem claro o seu desagrado.

"Não consigo explicar. Recebi uma chamada de um membro da staff [a informar da exclusão] que não durou 60 segundos. É uma grande decepção, devia jogar na Liga dos Campeões. Estou chocado e zangado", começou por dizer o médio, citado pela imprensa alemã.

Emre Can acusou Sarri de não ter sido sincero consigo e que, se soubesse que ia ficar fora da Champions, teria deixado a Juventus.

"Na semana passada o clube prometeu-me mais, conversei com outras equipas e podia ter disputado a Liga dos Campeões. O treinador não foi sincero comigo. Se soubesse antes, já não jogava na Juventus", completou.

Emre Can assegurou ainda que “quer e vai jogar” na mais importante prova de clubes da UEFA esta temporada.

Além do médio, de 25 anos, também o avançado croata Mario Mandzukic não integra a lote de 22 jogadores, entre eles o internacional português Cristiano Ronaldo, divulgada pela ‘Juve’ na terça-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.